sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

Eventos Espíritas em Garanhuns 2011

Há poucos dias, postamos matéria com a pré-agenda de eventos Espíritas em nosso Estado, informação esta que nos foi trazida por Alexandra Torres, por email.

Queremos lembrar que, costumeiramente, no mês de março, a Seara Espírita Allan Kardec realiza o ENGAJE – ENCONTRO GARANHUENSE DE JORNADA ESPÍRITA, sempre com a participação das instituições Espíritas de Garanhuns.

Da mesma forma, no mês de setembro, o Centro Espírita Bezerra de Menezes, realiza a Semana Espírita, que em 2011, estará na sua 43ª edição.

No próximo mês entraremos em contato com a presidenta do Allan Kardec, para colhermos maiores informações sobre o ENGAJE 2011.

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Mensagem de Natal

Ante o Natal

Que nos refaz na Terra o mais formoso dia,
Somos gratos a todos os irmãos,
Que te festejam,
Entrelaçando as mãos
Nas obras do progresso.

Vimos também trazer-te a nossa gratidão
Pela fé que acendeste
Em nosso coração.
Mas, se posso, Jesus, desejo expor-te
O meu pedido de Natal;
Falando de progresso, rogo-te, se possível,
Guiar os homens e as mulheres,
Sejam de qualquer nível,
Para que inventem, onde estejam,
Novos computadores
Que consigam contar
As crianças que vagam nos caminhos,
Sem apoio e sem lar,
E os doentes cansados e sozinhos,
Presos no espaço de ninguém,
Para que se lhes dê todo o amparo do Bem.

Auxilia, Senhor, a humana inteligência
A fabricar foguetes
Dentro de segurança que não erra,
Que possam transportar remédio,
alimento e socorro,
Onde a dor apareça atribulando a Terra.

Que o mundo te receba as bênçãos naturais
Doando mais amor aos animais,
Que nunca desampare as árvores amigas,
Não envenene os ares,
Nem tisne as fontes, nem polua os mares,
Que o ódio seja, enfim, esquecido, de todo,
Que a guerra seja posta nos museus,
Que em todos nós impere o imenso
amor de Deus.

Que o teu Natal se estenda ao mundo inteiro
E que, pensando em teu amor,
De cada amanhecer
Que todos resolvamos a fazer
Um dia novo de Natal...
E que, encontrando alguém,
Possamos repetir, tocados de alegria,
De paz, amor e luz:
Companheiro, bom dia,
Hoje também é dia de Jesus.

pelo Espírito de Maria Dolores
(Mensagem recebida por Francisco Cândido Xavier, no Grupo Espírita da Prece, em reunião pública da noite de 25 de setembro de 1982, em Uberaba - MG)

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

VII EME - Encontro de Mocidades Espíritas - Retiro de Carnaval

Recebi por email, de Alexandra Torres e posto aqui no blog:
Prezados,

Estou no mundo, e agora? - Este é o tema do VII EME - Encontro de Mocidades Espíritas - Retiro de Carnaval promovido pelo Núcleo Espírita Auta de Souza (NEAS). Com suas oficinas de estudo, arte e momentos de integração, o evento oferece alternativa sadia durante o período carnavalesco aos jovens espíritas com pelo menos um ano de vínculo a instituições (sem limite de idade). Mais informações e inscrição pelo site www.eme-pe.com Paz a todos!

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Pré-agenda de eventos Espíritas em 2011 para Pernambuco.

Publicamos informação recebida de Alexandra Torres, por email, sobre a pré-agenda de eventos Espíritas em 2011 para Pernambuco.


Amigas e amigos,

Encaminhamos abaixo uma “pré-agenda” de eventos que ocorrerão no ano de 2011, aqui no Recife e Região Metropolitana.

Lembramos que esse envio possui dois objetivos:

1. Possibilitar o pré-agendamento daqueles que gostam dos eventos, já são presenças fiéis e que se programam com antecedência.

2. Orientar aos dirigentes de instituições e federativas para que se programem de forma a não ocorrer “choques” de agenda, ocorrendo mais de um evento no mesmo final de semana. Lembramos que a proposta de Jesus é de união e isso só pode acontecer quando começarmos, enquanto movimento, a trabalhar de forma parceira, auxiliando e divulgando os eventos que ocorrem em nossas casas.

Uma das instituições já preocupadas com isso é a Comissão Estadual  de Espiritismo que já articula seus grandes eventos, sondando a data de realização dos demais acontecimentos de grande e médio porte.

Portanto, imprimam, colem em suas instituições, retransmitam o cronograma abaixo para  suas listas para que possamos ter um ano de 2011, rico e cheio de aprendizado para todos.

Unidos podemos mais!!

Abraços,
Alexandra Torres
AGENDA DE EVENTOS 2011

MÊS
DIA
EVENTO / ATIVIDADE
LOCAL
REALIZAÇÃO
Fevereiro
14
II Seminário sobre Sexualidade:Transtornos da Sexualidade Infanto juvenil
Comissão Estadual de Espiritismo,
Recife/PE
CEE
Março
05 a 08
Encontro de Mocidades Espíritas
- EME
Colégio Grande Passo, Boa Viagem,
Recife
NEAS
Abril
02 e 03
Fórum de Debates sobre Mediunidade
INTERMÉDIUM
Teatro Beberibe – Centro
de Convenções de PE, Olinda
GESPE
Abril
22 a 24
Enc. da Juventude Espírita de
Pernambuco EJEPE
A definir
FEP
Maio
27 a 29
IV Congresso Espírita para
Pais e Educadores Infantojuvenis
Centro de Convenções de
PE

Teatro Beberibe, Olinda
CIJ/CEE
Julho
02 e 03
I Workshop Espírita de Música

Infanto
Juvenil
Comissão Estadual de Espiritismo,
Recife
CEE
Julho
15 a 17
VI Simpósio de Estudos e Práticas
Espíritas de Pe - SIMESPE
Teatro Guararapes - Centro de Convenções,
Olinda
Seara de Deus
Agosto
A definir
2º HUMANIZAR RECIFE
A definir
GESPE
Agosto
A definir
Feira do Livro Espírita de Abreu
e Lima

FELEAL
Abreu e Lima
AME
Setembro
09 a 11
Mostra Espírita de Pernambuco
Teatro Guararapes - Centro de Convenções,
Olinda
FEP
Novembro
04 a 06
Fórum de Debates Espíritas
em PE - FORESPE 2011
Teatro Guararapes - Centro de Convenções,
Olinda
CEE
Novembro
A definir
PAZEAR
A definir
GEFA
Novembro
24

Dia Nacional de Ação de
Graças
A definir
Cúria Metropolitana
Novembro
27
Caminhada da Paz
Praia de Boa Viagem
Casa da Paz MOVPAZ
Dezembro
04
Fórum de Debates de Recife, Jaboatão
e Moreno - FOREJAM
A definir
CEE / AG-5

sábado, 11 de dezembro de 2010

Auto da Estrela Nordestina

Então, aproxima-se o Natalício de Jesus, e todos nos lembramos da noite feliz, a noite inesquecível para um povo sofrido que guardava a esperança e a fé em um Salvador que os libertasse do sofrimento.

Assim é o povo nordestino, assim é o sertanejo.

Hoje me emocionei às lágrimas com a apresentação do GRUPO DIOCESANO DE ARTES com o “Auto da Estrela Nordestina”.

Um Jesus sertanejo que nos remete a uma mensagem de conforto, principalmente para o povo sofrido, que sempre tem fé no seu Messias nordestino.

Em busca do Messias, assisti hoje a momentos emocionantes na estréia do Auto da Estrela Nordestina...

O povo que caminha pela terra seca do sertão, lembrando o povo sofrido de Nazareth...

Um João que vem mostrar o caminho, abrir as veredas para Aquele que é o caminho, a verdade e a vida...

Três sertanejos sofredores que homenageiam o Messias nordestino...

Mulheres piedosas que choram a secura e a provação sertaneja.

Não me contive; fui às lágrimas, principalmente ao ouvir o canto sofrido do aboiador, como um lamento constante na alma de quem olha para o horizonte sem nuvens, na esperança de uma gota de chuva para mitigar a sede do gado.

Chega o Natal, e nas veredas agrestes do nosso Sertão o gado muge, o filho pede comida e água e o sertanejo lança um olhar de esperança no futuro.

Parabéns ao Grupo Diocesano de Artes.

Ainda agora, ao escrever estas linhas humildes, acodem-me as lágrimas!

O espetáculo será apresentado também amanhã 12/12/2010, no Relógio de Flores, a partir das 19:00h

domingo, 28 de novembro de 2010

02/12/2010 - Palestra no Joana de Angelis - Garanhuns

Dia 02/12/2010, estarei no C.E. Joana de Angelis, realizando palestra, em substituição a Luciano Fábio que não poderá comparecer por motivo de força maior.

Seminário Alberto Almeida em Garanhuns

Seminário com ALBERTO ALMEIDA, Belém - Pará, Médico, homeopata,
terapeuta transpessoal e de família e palestrante espírita
desde os 17 anos

Dia 04/12/2010 as 14:00, no Auditório da AESGA - Autarquia de Ensino Superior de
Garanhuns - Av. Caruaru, após o Ministério do Trabalho

Tema:

A CAMINHO DO PERDÃO

A entrada é franca sendo opcional doar um quilo de alimento não perecível

Apoio GACE - Grupo de Apoio aos Centros Espíritas e SESC - Serviço Social do Comércio

Site do orador : http://albertobelem.blogspot.com/

sábado, 30 de outubro de 2010

Dia 11/11 - palestra no CEDE Joanna de Angelis

Dia 11/11, a partir das 20:00h, estarei no Centro de Estudo e Difusão Espírita Joanna de Angelis - CEDE, realizando palestra com o tema "Ressurreição e Reencarnação". Você é meu convidado.

IV Feira do livro Espírita encerrada

Ainda não tenho os números reias da venda dos livros Espíritas dirante a IV Feira do Livro Espírita de Garanhuns, mas, segundo informações extra-oficiais, foi superado o número de vendas do ano anterior. Em breve postarei maiores informações.

12 anos do Centro de Estudo e Difusão Espírita Joanna de Angelis - CEDE

No último dia 28/10 foi realizada palestra comemorativa do aniversário de 12 anos de fundação do CEDE, com a presença das Instituições Espíritas de Garanhuns.

O auditório ficou lotado e, ao final, ainda teve o corte de um bolo com a distribuição entre os presentes.

Nossos desejos de bons trabalhos para o CEDE.

sábado, 23 de outubro de 2010

Vai começar a IV Feira do Livro Espírita de Garanhuns

Segunda-feira, pelas 08:00h começa a IV Feira do Livro Espírita de Garanhuns, com a participação dos Centros Espíritas de Garanhuns.

Conforme já informamos, a feira será realiada no espaço colunata, no centro da cidade e venderá, além de livros, camisetas, CDs e DVDs, especialmente o DVD Chico Xavier.

O encerramento da feira será no sábado, 30, com o fechamento do comércio.

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Aniversário do CEEMAN - Centro de Estudos Espíritas Maria de Nazaré

Próximo dia 28/10, o CEEMAN comemora seu aniversário de 4 anos de fundação, e para comemorar esta data, no dia 26/10, às 20:00h, será realizada uma palestra, sendo o palestrante Aurélio Muniz Freire, da Seara Espírita Allan Kardec - SEAK, especialmente convidade para tal mister.

O CEEMAN fica por trás do Colégio Estadual, na Rua Monsenhor Callôu, 90, realizando atividades às segundas, terças e quintas, sempre a partir das 20:00h

sábado, 9 de outubro de 2010

IV Feira do Livro Espírita de Garanhuns - 2010

IV FEIRA DO LIVRO ESPÍRITA DE GARANHUNS - 2010

local: Espaço Colunata - Av. Santo Antônio - Centro

Período de 25 a 30/10/2010

domingo, 5 de setembro de 2010

O encerramento do 3ºCongresso Espírita Brasileiro, na visão dos Espíritos, relatado por Yvonne A.Pereira

Amigos e irmãos,abraço-os fervorosamente.

Nesta oportunidade, desejo compartilhar com os companheiros um fato relacionado ao suicídio que resultou numa série de ações, desenvolvidas ao longo de 18 meses, aproximadamente, mas cujo desfecho superou todas as expectativas,mesmo as inimagináveis.

As regiões de sofrimento onde vivem os suicidas, de todas as categorias, são inúmeras e vastas nos planos do Espírito. Brotam de um dia para outro, pois os excessos da Humanidade têm reduzido o tempo de reencarnação para um número significativo de pessoas. Os atentados contra a manutenção da saúde física, mental e psicológica atingem cifras realmente assustadoras. A campanha em Defesa da Vida, conduzida pelos espíritas, é ação que ameniza a situação. Mas algo mais intenso e abrangente, que envolva a sociedade, urge ser desenvolvido. Assim, passamos ao nosso relato.

Localizamos em determinado nicho, em nosso plano, uma comunidade de suicidas vivendo em situação precária, em todos os aspectos. Chamava a nossa atenção que tal reduto de dor nunca reduzia de tamanho. Ao contrário, contabilizávamos um número crescente, dia após dia. Procurando analisar a problemática por todos os seus ângulos, verificamos que no local, incrustado em espaço de difícil acesso, existia uma espécie de "escola" - se este é o nome que se pode utilizar - cujos integrantes se especializaram em indução ao suicídio: técnicas, recursos e equipamentos sofisticados eram desenvolvidos para que encarnados cometessem suicídio.

O suicida era, então, conduzido à instituição e, sob tortura, a alma sofredora fornecia elementos mentais que serviam de alimento à manutenção de diferentes desarmonias que conduzem o homem ao desespero. Fomos surpreendidos pela existência de tal organização e estarrecidos diante do fato, de como a alienação, associada à maldade, pode desestruturar o ser humano. Após tomar conhecimento dos detalhes, um plano de trabalho foi definido, depois que um mensageiro de elevada região veio até nós. Durante algum tempo pelejamos para sermos adequadamente preparados, inclusive aprendendo a liberar vibrações mais sublimadas, a fim de fornecer a matéria mental e sentimentos puros que pudessem erguer um campo de força energético ao redor do local.

Almas devotadas estiveram conosco permanentemente, instruindo-nos, fortificando-nos e nos revelando a excelsitude do amor. Entretanto, era preciso fazer algo mais. Desfazer a organização não representaria, em princípio, maiores problemas; o desafio seria convencer os instrutores a não fazer mais aquele tipo de maldade.Várias tentativas foram envidadas, neste sentido. Orientadores esclarecidos da Vida Maior foram rejeitados e até ridicularizados. Nada conseguíamos com os dirigentes daquela instituição, voltada para a prática do suicídio. Mas, a vitória chegou, gloriosa, no final da tarde do domingo último,¹ quando, convidados a participar do encerramento do Congresso, aqueles dirigentes presenciaram a luminosidade do amor. Conseguiram, finalmente, ver o significado da vida, a sua importância e fundamentos. Foram momentos de grande emoção que envolveu a todos nós, quando uma nesga de luz desceu sobre os encarnados e desencarnados no exato instante em que todos, em ambos os planos da vida, se deram as mãos e cantaram a música em prol da paz. A nesga de luz se alargou, cresceu, envolveu a todos. A força do amor jorrou plena e, em sublime explosão, rompeu o ar, circulou sobre a cabeça de todos, espalhou-se como poderosa onda para além do recinto, ganhando a cidade.

Brasília se nimbou de luz, no solo, nas águas. À nossa visão estupefata e maravilhada parecia que uma nova estrela estava surgindo. Os seres da Criação, vegetais, animais e hominais, os elementos inertes, rochas e minerais, as construções humanas, prédios, edifícios, avenidas, bancos, repartições públicas e privadas, residências, tudo, enfim, foi banhado por luz pura e cristalina que jorrava do Alto. Célere, a bela luminosidade espalhou do coração da Pátria para todos os recantos do Brasil, das Américas, da Europa, África, mais além, no Extremo e Médio Oriente, atingindo todos os continentes, países e cidades. Alcançou os polos do Planeta, girou em bailado sublime, por breves minutos ao redor da Terra e se prolongou mais além, emdireção ao infinito.

Jesus tinha se aproximado do Planeta, em brevíssima visita de luz, amor e compaixão.

Jamais presenciei tanta beleza e tanta paz !

Com afeto.

YVONNE PEREIRA

(Mensagem psicográfica recebida por Marta Antunes de Moura, na Federação Espírita Brasileira, e Brasília, no dia 22 de abril de 2010).
 

sábado, 4 de setembro de 2010

Nossa Lar em Garanhuns

Fui assistir, junto com minha esposa à estreia de Nosso Lar, no Cine Eldorado.

Dou a mão à palmatória: achei que não iam passar o filme aqui!

O filme realmente encanta e retrata muito bem a vida espiritual na colônia Nosso Lar.

Se você ainda não assistiu, não perca tempo!

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

42ª Semana Espírita de Garanhuns - datas e palestrantes

42ª Semana Espírita de Garanhuns - PE - 2010

Informamos, a seguir, a programação da semana espírita. Todas as palestras têm início
às 20:00h

Data
Centro Espírita
Palestrante
25/09/10 - sáb
ABERTURA - Seara Espírita Chico Xavier
Alisson Guedes
26/09/10 - dom
C.E. Paulo de Tarso
ainda não informado (*)
27/09/10 - seg
Seara Espírita Allan Kardec
Lourenço Barros (**)
28/09/10 - ter
Centro de Estudos Espíritas Maria de Nazaré
Cláudio Luciano
29/09/10 - qua
Seara Espírita Caridade
ainda não informado (*)
30/09/10 - qui
Centro de Estudos e Difusão Espírita Joanna de Angelis
Wilton Ferreira
01/10/10 - sex
C.E. Deus, Amor e Caridade
ainda não informado (*)
02/10/10 - sáb
ENCERRAMENTO - Soc. Garanhuense de Estudos Espíritas - Casa Bezerra de Menezes
Ricardo Brandão

Para saber os endereços de cada Centro Espírita, clique aqui.

(*) - as Instituições ainda não informaram seus expositores;

(**) - a confirmar

sábado, 21 de agosto de 2010

Lançamento do filme Nosso Lar - em setembro

Depois do estrondoso sucesso do filme Chico Xavier - que não passou em Garanhuns, diga-se de passagem, com as desculpas mais esfarrapadas que já vi - chega aos cinemas o filme Nosso Lar, baseado na obra mediúnica que leva o mesmo nome, também psicografado pelo Chico Xavier.

O livro relata a vida no mundo Espiritual, após a morte de André Luiz, e sua chegada a uma colônia espiritual, que fica sobre a cidade do Rio de Janeiro.

Hoje, Nosso Lar, é um dos livros Espíritas mais lidos do mundo e é importante que a primeira semana do filme seja um sucesos para alavancar as semanas seguintes.

Já sei que aqui também não passará e nem preciso ser profeta para saber porque, mas se você estiver em qualquer cidade, na primeira semana, não deixe de assistir.

Assista o trailer no You Tube: http://www.youtube.com/watch?v=aDZhWA5T574

quarta-feira, 11 de agosto de 2010

42ª SEMANA ESPÍRITA DE GARANHUNS - PE

42ª SEMANA ESPÍRITA DE GARANHUNS

Período de 25/09/2010 a 02/10/2010

Palestras realizadas nas Instituições Espíritas de Garanhuns,
a partir das 20:00h

TEMA

As Doenças Espirituais - "Cura-te a ti mesmo"

Em breve será divulgada a programação com os subtemas dos palestrantes, bem como os
locais..

sábado, 7 de agosto de 2010

BANCO DA REENCARNAÇÃO, MAIS UM INSTRUMENTO DE EXPLORAÇÃO DA FÉ

Não se pode servir a Deus e a Mamon. Porém, os atuais mercadores das coisas santas continuam a existir, embora Jesus, há dois mil anos, os tenha repreendido nas cercanias do Templo de Jerusalém. Os tempos modernos parecem comprovar que a exploração da fé volta a fascinar milhões de pessoas em todo o mundo. Nas blasfêmias contra as Leis Divinas, nem mesmo os reencarnacionistas estão livres dos achaques. Circula na internet a notícia sobre a criação de um “banco da reencarnação”. O tal banco funciona exclusivamente no ambiente virtual. Não há agências, nem caixa eletrônicos. O estabelecimento “bancário” oferece aos clientes uma forma de guardar bens para “vidas próximas” e admite receber de joias até títulos e ações, na tentativa de convencer os clientes que acreditam na reencarnação (1).O surgimento do “banco da reencarnação” é um hediondo crime lesa Deus.

Para conseguir deixar as riquezas sob a guarda do famigerado banco da reencarnação, o interessado tem de preencher um questionário detalhado sobre seu patrimônio, bem como o valor estimado do depósito. O banco avalia o formulário para seguir com o processo de depósito. Sensatamente, o FSC (Financial Service Comission), órgão regulador de Gibraltar na Europa, não autorizou a instituição de receber depósitos ou quaisquer outros bens. De acordo com o diretor da FSC, Marcus Killick, o patrimônio do banco foi congelado e os depósitos ressarcidos aos clientes.”(2) Menos mal!

Até que ponto vai o desrespeito ao próximo? Qual o limite desse escárnio aos valores divinos? Os “gênios” das sombras garantem que "o banco oferece gerenciamento seguro e confiável para os clientes, um lugar estável para que eles possam deixar riquezas e bens para o retorno na próxima vida."(3) Os atuais anjos do mal seduzem os incautos com afirmações do tipo: "se você não deixar nada para trás quando morrer, o que terá quando retornar? Comece a acreditar e assuma o controle do seu futuro. O grande final da vida não é só conhecimento, mas ação, então haja agora e poupe para a próxima reencarnação".(4) Infelizmente sabemos que as outras atuais religiões já negociam os patrimônios celestiais, então, para nosso infortúnio nada mais previsível que tais comerciantes das coisas santas inventem também um sistema bancário de reencarnação!

As seitas e religiões modernas conseguem arregimentar e manter sob seu jugo pessoas desesperadas que estão em busca de um alívio qualquer para suas dores. Algumas dessas seitas mantêm pequena obra social; mas, por outro lado, há fortes evidências de que grande parte das doações recebidas em espécie destina-se para acúmulo de bens e poder dos seus dirigentes, que em sua maioria são pessoas ricas e poderosas. Óbvio que isso não é mera coincidência.

Os negociadores das coisas Divinas atualmente não se importam com a exploração da fé que deixou de ser algo transcendental, de bondade ou altruísmo, e passou a ser egoísta e rentável, desde que as falsas promessas de cura e paz espiritual encham os baús com o tesouro que traças e ferrugens consomem. Em nome das coisas santas, desde as eras medievais até nossos dias, o falso religioso vende lotes e mansões no “céu” à prestação; impõe depósitos no “Banco de Deus”; negocia a “salvação”; troca benção por dinheiro e aceita até cartão de débito/crédito nos templos cristãos. Por meio dos porcentuais cobrados, vendem indulgências em troca da “felicidade celestial” etc...

Então, muitas vezes, pessoas simples são levadas pelo desespero pessoal, advindo de situações como desemprego, doenças, inquietações, a buscar uma solução na casa de oração. Se não doarem parte do minguado dinheiro, essas pessoas são ameaçadas a terem seus destinos de vida futura para o “inferno”. Essa prática é um legado das violentas e obscuras taxas institucionalizadas na Idade Média. Os “dez porcento” até hoje são compulsoriamente cobrados para supostamente “cobrir custos” de diversos gastos, inclusive para manter o salário dos chefes das igrejas. Entretanto, raramente são usados para a caridade e para promoção social entre os necessitados. Mas, por que essas crenças crescem tanto? Porque o desespero das pessoas é o alicerce das novas igrejas. A facilidade de se conquistar novos fiéis também se deve ao “marketing religioso”: uma espécie de marketing aliado à psicologia que ajuda no trabalho com grandes massas, tendo como objetivo conquistar novos “doadores”.

O Espiritismo não compactua com a especulação da fé. Aos espíritas, tradicionalmente, cabem por meio de espontânea doação mensal, sustentar a casa em que trabalham. As colaborações em espécie são regularmente destinadas ao pagamento de aluguéis, manutenção, divulgação doutrinária e aquisição de alimentos, roupas e demais objetos a serem distribuídos às famílias carentes ou instituições filantrópicas que sejam assistidas pelo grupo. Na instituição espírita todo valor arrecadado é exposto em balanços mensais, para que tanto trabalhadores como frequentadores tenham acesso às informações financeiras da instituição. Portanto, é inadmissível que projetos tão mirabolantes tais como “banco da reencarnação” possam ser aceitos por espíritas que têm na fé raciocinada o instrumento de crença que encara a razão face a face em qualquer situação da vida social.

Jorge Hessen

Referência:
(1) Disponível em http://www1.folha.uol.com.br/mercado/773268-banco-da-reencarnacao-desafia-autoridades-ao-tentar-receber-depositos.shtml, acessado em 01-08-10
(2) idem
(3) idem
(4) idem

Jim Tucker e Dora Incontri - falam de Reencarnação no Fantástico

Pesquisas científicas que evidenciam a reencarnação é tema de matéria da próxima edição do programa Fantástico (TV Globo). O médico e pesquisador norte-americano Jim Tucker e a doutora em educação Dora Incontri foram entrevistados para falar sobre o assunto.

Tucker é o continuador do trabalho de Ian Stevenson, que conduziu uma pesquisa com mais de 2,5 mil casos de crianças de todas as partes do mundo que tiveram lembranças espontâneas de vidas passadas.

O médico estará no Brasil em setembro como palestrante do 1º Congresso Internacional de Educação e Espiritualidade, cuja coordenação geral é de Dora Incontri. Na entrevista, a educadora falará as evidências da reencarnação e sobre os impactos que a hipótese pode causar na Educação e na concepção de ser humano.

O programa Fantástico, exibido pela rede Globo, vai ao ar no próximo domingo (08 de agosto), às 20h30.

Após a exibição, a matéria estará disponível no site www.fantástico.globo.com

Divulguem aos amigos!

Mais um passo em direção ao novo paradigma da Educação!

**************

1º CONGRESSO INTERNACIONAL DE EDUCAÇÃO E ESPIRITUALIDADE

4º CONGRESSO BRASILEIRO DE PEDAGOGIA ESPÍRITA

4, 5 e 6 de setembro de 2010

Centro de Convenções Rebouças

São Paulo – SP

Informações e Inscrições

Censo demográfico do IBGE - RECOMENDAÇÃO AOS ESPÍRITAS

Por orientação do presidente Nestor João Masotti, ausente do País em viagem a Nova York, em evento que homenageia Chico Xavier, na sede da ONU, RETIFICAMOS a informação transmitida no dia 2 de agosto, a respeito do Censo demográfico 2010, promovido pelo IBGE.

Diante dos novos esclarecimentos, obtidos em consulta direta ao Órgão, pedimos considerar que, aos pesquisadores do IBGE, poderão ser respondidas as alternativas ligadas ao código 610, todas relacionadas a uma mesma opção: Espírita. A exemplo, poderão ser respondidas as opções Allan Kardec, Cardecismo, Cardecista, Kardecismo, Kardecista, Centro Espírita, Doutrina Espírita, Federação Espírita Brasileira e Espiritismo, entre outras, como estão relacionadas no documento do IBGE que anexamos.

Clique aqui e baixe o anexo do IBGE

domingo, 18 de julho de 2010

O Espiritismo e Kardec na visão do pastor Nehemias Marien

Desencarnado recentemente, o pastor presbiteriano Nehemias Marien foi o maior defensor, em nossa época, da prática do verdadeiro ecumenismo em terras brasileiras

É difícil a um adepto das denominações protestantes tornar-se espírita, mas existem casos e não são poucos os que conhecemos. Jorge Hessen, membro do Conselho Editorial desta revista e articulista de renome no meio espírita, foi presbiteriano até pouco tempo antes de casar-se. Jonatas Beranger, um dos dirigentes da Comunhão Espírita Cristã de Londrina e ex-presidente de Centro Espírita na cidade de Sorocaba, também é oriundo das hostes presbiterianas. 

Um dos casos mais intrigantes nesse particular foi a conversão do Dr. Izaías Claro, espírita desde 1979 e um dos maiores trabalhadores da causa espírita no País. Procurador de justiça, escritor, conferencista, fundador e atual presidente da Comunidade Espírita Joanna de Ângelis e autor do livro Depressão - Causas e Consequências, Izaias foi pastor protestante por dez anos, antes de se tornar espírita. 

Fizemos esta introdução para lembrar um homem extraordinário, o pastor Nehemias Marien, da Igreja Presbiteriana Bethesda, em Copacabana, Rio de Janeiro, que partiu há pouco tempo para o mundo espiritual. 

Autor do livro Transcendência e Espiritualidade, Marien foi uma das grandes estrelas em todas as edições do Encontro para a Nova Consciência de que participou, evento esse que se caracterizou pelo caráter ecumênico e pela abertura que possibilitou ao necessário diálogo que deve ser mantido pelas diferentes religiões existentes no País. 

Pastor sensível, que transmitia muito carisma, Marien tinha uma mentalidade holística e jamais receou assumir sua mediunidade, seu pensamento sobre a realidade da reencarnação, além de ter aberto espaço para pregação da Doutrina Espírita em sua igreja. O motivo disso é que, segundo ele, "o Espiritismo é o mais caudaloso afluente do Cristianismo", a Bíblia o mais antigo livro de psicografia e mediunidade, e Cristo o médium perfeito.

“No estudo da Bíblia, as evidências da Reencarnação são assim incontestáveis”

Numa de suas participações no Encontro para a Nova Consciência realizado em Campina Grande, Paraíba, o pastor foi entrevistado pela jornalista Fátima Farias. 

Eis alguns tópicos da referida entrevista, que pode ser vista na íntegra em vários sites da internet: 

Fátima: É verdade que o senhor acredita em Reencarnação? 

Nehemias: Olha, sou muito grato pela pergunta. Até o ano de 546, no Concílio de Calcedônia, a reencarnação fazia parte dos cânones da Igreja. Depois, por discussões mais administrativas e menos teológicas, foi banida do cânone oficial (...). Então, eu sou professor de Teologia Bíblica e de Ciências Bíblicas. No estudo da Bíblia, as evidências da Reencarnação são assim incontestáveis, e eu acho que o Espiritismo é a mais caudalosa vertente do Cristianismo, pelas ideias. Você encontra, tanto no Antigo como no Novo Testamento, evidências claras da Reencarnação, isto é, do prosseguir da vida. Tanto Pedro, o pressuposto grande apóstolo Pedro, fala na sua segunda encíclica, no final da Bíblia, fala sobre a existência do espírito após a morte e nesta evolução do ser humano. E também São Judas, o apóstolo de Cristo, na sua epístola final, também fala sobre o mesmo tema. Então, sou uma pessoa estudiosa, aberta. Eu não tenho muros de espécie alguma. Eu tenho uma visão holística e aprendo muito com meus amados irmãos espíritas. Eu tenho um livro "Transcendência e Espiritualidade", onde abordo mais diretamente o assunto. Estou crescendo assim, nesta área e num certo diálogo. Tem algumas coisas que eu não entendo, pelos meus limites bíblicos e culturais, como também não entendo o próprio Cristo. Como vou compreender plenamente Allan Kardec?

“Tenho O Evangelho segundo o Espiritismo e vários livros de Allan Kardec”

Fátima: O senhor já manifestou este ponto de vista reencarnacionista na sua igreja? 

Nehemias: Ah, sim, sim. A minha comunidade é uma igreja grande. Somos cerca de 350 congregados, tem cinco pastores, é um colegiado pastoral, além do livro. O livro é público, editado aí. Eu tenho participado de revistas. Por exemplo, no começo do ano a Revista Espírita Allan Kardec publicou uma síntese do pensamento meu, a respeito. A igreja ouve-me, aceita. Eu sou o pastor titular. Somos cinco pastores, mas estou ali, orientando a igreja, neste sentido. Eu não tenho nada de secreto na minha vida pastoral.

Fátima: Qual a receptividade do público de sua igreja, em relação ao seu conceito reencarnacionista? 

Nehemias: Bem, a igreja, ela me aceita plenamente, mas eu tenho a impressão de que não só sobre o meu aspecto filosófico, teológico, doutrinário sobre o Espiritismo, mas em outros também. Porque eu, pessoalmente, Nehemias Marien, sou uma espécie de espinho de peixe na garganta da minha própria igreja, mas aceitam e vão atrás. Como diz o Mestre: "O pastor vai à frente do rebanho e o rebanho o segue, porque conhece a voz do seu pastor". Não segue em frente, mas segue a mim, mesmo que me engulam, vamos dizer assim goela abaixo, por não entenderem bem minhas nuances teológicas e espirituais, eles me aceitam. A gente vive num amor perfeito. Lá na minha igreja, pregou Libórni Siqueira, que é desembargador, um grande espírita. O Gérson Azevedo, que é ex-presidente da Federação Espírita do Rio de Janeiro. Vários espíritas pregando na Igreja. Não vão lá visitar, não. É subindo ao púlpito. É um púlpito bonito, mais alto. Usam até toga e se não quiser fardamento, ficam como estão, elegantemente vestidos e pregam lá. Então é uma igreja aberta. 

Fátima: O senhor já estudou a Doutrina Espírita? 

Nehemias: Eu tenho o livro O Evangelho segundo o Espiritismo e vários livros de Allan Kardec.

“Quando abro o texto sagrado, para os sermões, sinto que estou fora de mim”

Fátima: E qual a sua opinião sobre a Doutrina Espírita? 

Nehemias: Eu acho que o Espiritismo é o mais caudaloso afluente do Cristianismo. Considero a Bíblia como o mais antigo livro de psicografia e mediunidade. Eu acho que Jesus era o médium perfeito, e que a mentalidade kardecista todos nós a temos. 

Fátima: Sobre a mediunidade, pastor, o que o senhor diz? 

Nehemias: Olha, nós todos somos médiuns. Queiramos ou não. É uma questão de reconhecer, constatar e disciplinadamente desenvolver. Agora, há muitos preconceitos. Nossa cabeça é assim muito cheia de preconceitos, conceitos não, mas preconceitos temos demais. Então, eu acho o seguinte: eu, a respeito da mediunidade, até agora, estou sentindo... (emociona-se e chora). Eu acho que o verdadeiro servo de Deus é um médium. Ele não fala de si. Vamos dizer, entre aspas, traduzindo sentimentos, é uma incorporação espiritual. Ele não é dono dele, é um veículo, um canal. O importante é a mensagem que transmite.

Fátima: E quanto à comunicabilidade com os Espíritos, o que o senhor diz? 

Nehemias: É isso que eu estava tentando passar. Eu tenho, até não entendo bem este espírito meu, mas eu tenho a impressão de que é uma índia, minha Biquara, mãe de minha mãe, minha avó Joana. Eu sinto assim, uma certa colocação, uma certa energia dela para mim. Todas as vezes em que eu abro o texto sagrado, para as homilias, as pregações, os sermões, sinto que estou fora de mim. Eu admito esta transcendência da Espiritualidade, esta invasão do Céu no coração humano, através da mediunidade.

“Chico Xavier é um nome-legenda da espiritualidade, nacional e mundial”

Fátima: Como o senhor encara os sucessivos ataques de pastores ao Espiritismo? 

Nehemias: Bom, como eu diria, nossos amados irmãos são aliados. Estamos todos no mesmo barco, mas eles fazem parte da artilharia. O artilheiro é o soldado, que vem lá atrás. A infantaria somos nós, a Doutrina Espirita, aqueles que vão lá para frente. A artilharia, ao abrir espaço à frente, solta as bombas, mas são muito ruins de cálculos matemáticos, erram os cálculos e acabam dizimando os próprios aliados. É o que acontece, criticando o Espiritismo, que está na mesma dimensão espiritual. Eu os chamo, vamos dizer assim, de bonsais espirituais, aquela plantinha que não cresce. Lá em Tóquio vi todo um horto só de bonsais, bonitos, mas não se desenvolveram espiritualmente. Estes que atacam nossos irmãos espiritas e outras tradições, com as quais não concordam, são uma espécie de pitbulls. Eu acho que os ventos contrários firmam raízes de árvore e o avião sobe mais alto. Acho que é como burilando um diamante, que vira brilhante. 

Fátima: O que o senhor acha de Chico Xavier? 

Nehemias: Chico Xavier é um nome-legenda da espiritualidade, nacional e mundial. Eu tive o privilégio de estar com ele duas vezes. Fui fazer uma série de conferências do Rio à Brasília. Viajei de carro e propus ao meu amigo levar-me a Uberaba. Oramos juntos. Olha, Chico Xavier e Dom Hélder Câmara são pessoas que me fizeram muito bem pela prece a meu favor. Rogo a Deus que este ícone da Espiritualidade, que o Mundo todo respeita, tenha assim muitos, muitos e muitos privilégios desta bênção inaudita de transbordar a Espiritualidade como ela vem fazendo pelo santo Chico Xavier. 

Notas: 
1. A entrevista realizada por Fátima Farias pode ser lida na íntegra nos seguintes sites: 

2. Veja o vídeo em que o pastor Nehemias fala de Kardec e da Doutrina Espírita clicando em: http://www.youtube.com/watch?v=Cb-idPenqy4

3. Veja o vídeo em que a esposa Eglé Marien fala sobre a despedida do pastor Marien clicando em http://www.youtube.com/watch?v=_Ys9mvjgKzI

Fonte: Revista O Consolador - Ano 4 - N° 167 – 18 de Julho de 2010 in http://www.oconsolador.com.br/ano4/167/especial2.html por THIAGO BERNARDES thiago_imortal@yahoo.com.br - Curitiba, Paraná (Brasil)

sábado, 17 de julho de 2010

DVD Chico Xavier

Bom, dia 28/07 será o lançamento do DVD Chico Xavier. Se você ainda não assistiu ao filme (especialmente, nós de Garanhuns, onde cada vez tinham uma desculpa diferente para não passar o filme), tem agora a chance de comprar o DVD.

Eu pesquisei na Americanas e no Submarino. Na Americandas só achei em Blue-ray e no Submarino, achei em DVD. É só clicar em pré-venda.

Palestra na Sociedade Garanhuense de Estudos Espíritas - Casa Bezerra de Menezes

Dia 30/07/2010, às 20:00h, no C.E. Bezerra de Menezes, Alisson Guedes, do GEFA - Grupo Espírita Francisco de Assis, da cidade de Recife, estará realizando palestra, cujo tema será: "O PODER DA CURA PELO PERDÃO"

quarta-feira, 7 de julho de 2010

INTECEPE 2010 - AGRESTE MERIDIONAL

Realizar-se-á nos próximos dias 10 e 11 de julho de 2010 o INTECEPE na cidade de Garanhuns - PE, com organização da FEP - Federação Espírita Pernambucana, na Seara Espírita Allan Kardec, a partir das 14:00h até as 17:30h. No domingo, terá iníco às 08:30h.

No sábado, ainda na Seara Espírita Allan Kardec, às 20:00h ocorrerá palestra com Sérgio Ramos, com o tema: "A IMORTALIDADE - O AMOR PROSSEGUE ALÉM DA FRONTEIRA DE CINZAS".

A palestra do sábado à noite será aberta ao público e com entrada franca. Os outros eventos do sábado e domingo é direcionado aos trabalhadores e dirigentes Espíritas.

quinta-feira, 1 de julho de 2010

HUMANIZAR 2010

HUMANIZAR 2010

ATITUDES DE AMOR NA SEARA ESPÍRITA

Tema Central:

A MAIORIDADE DO PENSAMENTO ESPÍRITA

Teatro Ribeira, Centro de Convenções de Pernambuco, Olinda

7 e 8 de agosto de 2010

Sábado, 7 de agosto

HORÁRIO

PROGRAMAÇÃO

8h – 8h30

Momentos de Esperança

8h30 – 9h30

Exposição. Seara Bendita: Wanderley
Oliveira (MG)

9h30 – 10h30

Exposição. Unidos pelo Amor: Carlos
Pereira (PE)

10h30 – 11h

Intervalo

11h – 12h

Debate. Wanderley Oliveira e Carlos Pereira

12h – 14h

Intervalo

14h – 15h

Exposição. Laços de Afeto:
Lourenço Barros (PE)

15h – 16h

Exposição. Escutando os Sentimentos:
Rosana Machado (PE)

16h – 16h30

Intervalo

16h30 – 17h30

Debate. Lourenço Barros e Rosana Machado

17h30

Encerramento

Domingo, 8 de agosto

HORÁRIO

PROGRAMAÇÃO

8h – 8h30

Momentos de Esperança

8h30 – 9h30

Exposição. Mereça Ser Feliz:
Rosemere Kiss Guba (PE)

9h30 – 10h30

Exposição. Reforma Íntima
sem Martírios: Alexandra Torres (PE)

10h30 – 11h

Intervalo

11h – 12h

Debate. Alexandra Torres e Rosemere Kiss Guba

12h – 14h

Intervalo

14h – 15h

Exposição. Prazer de Viver: Carlos
Pereira (PE)

15h – 16h

Lançamento novo livro Wanderley Oliveira
(MG)

16h – 16h30

Intervalo

16h30 – 17h30

Debate. Carlos Pereira e Wanderley Oliveira

17h30

Encerramento

Investimento: R$ 20,00

Informações: (81) 9729.2255

Realização:

GRUPO ESPÍRITA ESPERANÇA

sábado, 26 de junho de 2010

Saiba como ajudar as vítimas das chuvas em Pernambuco

A fim de prestar maior assistência as vítimas das chuvas, foi lançada em Pernambuco uma campanha de arrecadação de donativos. No Recife, o Comando Geral da Polícia Militar, localizado no Derby, o Quartel Central do Corpo de Bombeiros, na Avenida João de Barros, são os principais pontos de arrecadação, mas todas as unidades desses órgãos também estão recendo os donativos. Poderão ser doados alimentos não perecíveis e de pronto consumo, roupas, agasalhos, materiais de higiene e limpeza e água.

Para quem está fora do Estado ou para quem deseja fazer a doação em dinheiro, o Governo de Pernambuco disponibiliza a conta SOS PERNAMBUCO onde pode ser depositado qualquer valor. Anote os dados:

Caixa Econômica Federal – Código 104
Agência – 1294
Operação – 006
Conta – 2010-0

Fonte:

sexta-feira, 25 de junho de 2010

APOMETRIA E AS PRÁTICAS ESPÍRITAS - Artigo de Jorge Hessen

"Mais vale repelir dez verdades que admitir uma só mentira, uma só teoria falsa". - Erasto(1)

Muitos confrades recorrem às instituições que praticam apometria, porque o "tratamento" é mais "forte". Afirmam. Os apômetras incautos, hipnotizados pelas trevas, mantêm esse tipo de atitude bizarra sob os aplausos das suas vítimas, psíquica e mentalmente aprisionadas.

Se a apometria é mais "forte" que a reunião de desobsessão, por que a omissão dos Espíritos Superiores? Por que eles se calam sobre o assunto? Curioso isso, não? O silêncio dos Espíritos Superiores é, sem dúvida, um presságio de que tal prática é de mau agouro, e, por isso mesmo, ela é circunscrita a poucos grupos que deveriam deletar o nome Espiritismo dos seus estatutos.

Para quem desconhece, garimpamos alguns filetes de ouro que encontramos nas proposições dessa tal "avançadíssima terapia". Os apômetras confirmam que "a apometria é mais fraterna, por ser mais eficaz".(2) Atua no cerne da obsessão e, com visão de conjunto, pode auxiliar a medicina do futuro na cura holística. (Sic)

Estertoram nas roucas vozes que "a apometria acelera, com qualidade, os morosos atendimentos desobsessivos que, ainda, são realizados em muitas casas de nosso país".(3) (pasmem!) Gritam que "o êxito da apometria reside na utilização da faculdade mediúnica, para se entrar em contato com o mundo espiritual de maneira mais fácil e objetiva, sempre que se quer. Pode, pois, ser utilizada como técnica eficaz no tratamento das obsessões e a eficácia acontece em virtude de os Espíritos protetores estarem no mesmo plano dos assistidos, podendo, portanto, agir com maior profundidade e mais rapidez". (Que coisa, hein!?) Desconhecem, tais confrades, que "a cura das obsessões graves requer muita paciência, perseverança e devotamento."(4) Nossa consciência doutrinária não aceita tanta facilidade - visto que não admitimos seja possível uma transformação tão rápida em Espíritos que cultivam o ódio tão intensamente.

Não satisfeitos, difundem outra pérola: "Os diagnósticos são muito mais precisos e detalhados;(5) as operações astrais são executadas com alta técnica e com o emprego de aparelhagem sofisticada de hospitais muito bem montados em regiões elevadas do Astral Superior. Por ressonância vibratória, o desencarnado recebe certo alívio, uma espécie de calor benéfico que se irradia do corpo vital, mas causa no encarnado o mal-estar de que este se queixa".

Locupletam-se de êxtase com o achado aurífero e afirmam: "na medida em que a humanidade evolui, os véus do desconhecido vão se descortinando e o conhecimento das leis espirituais, que antes era privilégio de poucos, vai sendo revelado, abertamente, aos pesquisadores isentos de preconceitos".

Distantes do regime da lógica, os apômetras proclamam falácias cristalinas do tipo: "Do ponto de vista do Budismo e da Teosofia, os veículos de manifestação da consciência (holossoma) são divididos em sete. Já na ótica do espiritualismo, do Espiritismo heterodoxo (sic) e da Conscienciologia (entre outras linhas de pensamento mais novas), há apenas três veículos (os corpos físico, astral e mental), sendo o energético (duplo etérico ou energossoma) apenas um invólucro que não (com) porta a consciência".(6)

Analisemos esta outra afirmação deles: "A apometria trabalha com sintonia. Não incorpora egos. Não incorpora veículos de manifestação da consciência. Uma vez encerrado o atendimento na casa apométrica, a sessão apométrica pode continuar no astral, a exemplo do que ocorre com sessões espíritas convencionais".(7) (Entenderam? Pois é!) E esta aqui: "com a ajuda dos amparadores extrafísicos (mentores) da sessão apométrica, a sensibilidade espiritual do médium permite uma sintonia com determinada faixa consciencial do paciente e que faça varredura bioenergética e psicométrica em seus chacras, nádis, parachacras e paranádis". (?)

Divaldo Franco admoesta sobre a esquisitice de se colocar "obsessores em cápsulas espaciais" e os dispararem para o mundo da erraticidade. "Não iremos examinar a questão esdrúxula desse comportamento, mas, se eu, na condição de espírito imperfeito que sou, chegasse desesperado a um lugar, pedindo misericórdia e apoio na minha loucura, e outrem, o meu próximo, me exilasse para o magma da Terra, para eu experimentar a dureza de um inferno mitológico ou ser desintegrado, eu renegaria aquele Deus que inspirou esse adversário da compaixão. Ou, se me mandasse em uma cápsula espacial para que fosse expulso da Terra... Com qual autoridade? Quando Jesus disse que o seu reino é dos miseráveis?" (8)

Obsessores retirados do campo mental do obsidiado "a fortiori" e enviados a "outros planetas", ou a estranhos locais ou dimensões extrafísicas, reafirma que, entre os ludibriados apômetras, há grotesca falta de conhecimento da Doutrina Espírita. Acautelemo-nos, pois não basta assiduidade à Casa Espírita. É indispensável que estudemos Kardec com muita seriedade e persistência. Os enunciados contidos na Codificação exigem cautela ao interpretá-los e, sobretudo, humildade ao exercê-los.

Observem o que encontramos neste trecho: "Os que preferem o método clássico de doutrinação religiosa, entronizado ao longo do século XX nos centros espíritas e espiritualistas brasileiros, criticam a Apometria, porque esta não "evangeliza" o espírito obsessor. Todavia, em complexas obsessões espirituais, a tentativa de "evangelizar", "sensibilizar" ou "conscientizar" o espírito obsessor, não surte efeito. Evangelizar magos negros é tão eficaz quanto ensinar lições de fraternidade a um psicopata". E eles concluem desta forma o raciocínio: "Seria "mais fraterno" deixar os pacientes com os chips trevosos e os magos negros e seus asseclas soltos, fazendo o que fazem? Analogamente, seria mais fraterno se nossos policiais não portassem armas de fogo, pois poderiam ferir os bandidos que nos assaltam e nos matam? A correlação é a mesma".(9) (aspas, destaque, etc., tudo, por conta dos apômetras).

O tribuno baiano recorda que "A nossa tarefa é de iluminar, não é de eliminar. O espírito mau, perverso, cruel é nosso irmão na ignorância".(10) A rigor, o uso de energia para afastar obsessores, sem a necessária reforma íntima, indispensável à libertação real dos envolvidos nos dramas obsessivos, contradiz os princípios básicos do Espiritismo, pois, o simples afastamento das entidades rancorosas não resolve a questão. Por essa razão, a apometria, especialmente por suas leis e rituais, não é técnica que se enquadra nos princípios doutrinários espíritas, não sendo, portanto, uma prática recomendável na casa espírita.

Nesse mundo da fantasia da apometria, encontramos uma esmeralda. Vejamos essa: "A principal característica da Apometria radica na abrangência de sua assistência espiritual. A Apometria investiga o corpo astral do paciente, seu habitat (ambiente doméstico e/ou profissional), obsessores locais e não-locais (baseados em outros níveis do umbral). É muito mais poderosa que o passe e a doutrinação convencionais. Detecta e retira equipamentos extrafísicos mecânicos e eletrônicos (paratecnologia) do psicossoma (corpo astral) dos pacientes. Os passes não são meios suficientes nem instrumentos exclusivos para a retirada de chips extrafísicos dos pacientes. Em determinadas circunstâncias, remédios homeopáticos de alta potência destroem ou descolam equipamentos extrafísicos aderidos à aura ou ao psicossoma do paciente. Há uma prática bioenergética chamada "MBE" (mobilização básica energética) (sic) bastante eficiente na destruição de implantes de paratecnologia negativa. A maioria da humanidade é imatura consciencialmente (crianças espirituais): não lê, não estuda, não faz práticas bioenergéticas."(11) (!?) (ficamos verdes, com uma tremenda sensação de impotência diante disso tudo).

Como se observa, os apômetras adotam terminologias diversas daquelas utilizadas pela Doutrina Espírita e conceitos de crenças orientais. Além disso, seus arrazoados batem de frente com o bom senso kardeciano. Que saibamos, não houve manifestações sobre o tema em várias partes do mundo, por meio de médiuns conceituados. Devemos considerar, portanto, que não houve o Controle Universal dos ensinos da técnica, como preconizava Kardec.(12)

Os termos utilizados pelos apômetras impressionam, realmente, os desavisados. Senão, vejamos: "salto quântico, spin, despolarização de memória, campos magnéticos, chips astrais, contagem em português ou grego e pulsos energéticos. As percepções espirituais dos médiuns de suporte das seções de Apometria se dão por clarividência objetiva, intuitiva ou mental. Em diapasão mental adequado, atingem potência quadrática (elevada ao quadrado), em que dez trabalhadores afinados, e em alta sinergia, valem por cem pessoas (o que também se aplica a outros grupos). Daí a importância do grupo apômetra desenvolver aguçado nível técnico, mediúnico e sinérgico".(13)

A essa altura do artigo, os apômetras devem estar horrorizados, dizendo entre si: - O Jorge Hessen deve ter vários chips astrais incrustados no perispírito, deteriorando seu raciocínio... Mas não estamos sós nesse pensamento. Veja o que nosso irmão Divaldo Franco, durante uma larga entrevista concedida no programa Presença Espírita da Rádio Boa Nova, de Guarulhos (SP), em agosto/2001, afirmou: "Não irei entrar no mérito, nem no estudo da apometria, porque eu não sou apômetra, eu sou espírita. O que posso dizer é que a apometria, da forma como os apômetras interpretam, não é Espiritismo, porquanto as suas práticas estão em total desacordo com as recomendações de "O Livro dos Médiuns".(14) Com essas esdrúxulas práticas, abrem-se precedentes graves para a implantação de rituais, totalmente inaceitáveis na prática espírita, que é, fundamentalmente, a doutrina da fé raciocinada. Na prática e nos métodos de libertação dos obsessores, a violência que ditos métodos apresentam, a mim pessoalmente, parece-me tão chocante, que me faz recordar a Lei de Talião, que Moisés suavizou com o Código Legal e que Jesus sublimou através do amor. (...) (15)

Eis o que pensamos a respeito do assunto. Nossos argumentos são por demais consistentes, pois se baseiam em estudos e experiências kardecianas. De nossa parte, sem estrangulamento de qualquer linha de raciocino, acreditamos ser a apometria um método supostamente terapêutico que se pode estudar longe das hostes espíritas para ser melhor avaliado. Desobsessão é coisa séria e não admite placebos inócuos.

Concluímos com a severa admoestação: "Se alguém prefere a apometria, divorcie-se do Espiritismo. É um direito! Mas não misture, para não confundir. (...)". (16)

Clique aqui para acessar o artigo de Suely Caldas Schubert sobre esse tema.

Jorge Hessen

FONTES:

(1) Kardec, Allan. O Livro dos Médiuns, Ed. FEB, cap. XX, item 230, p. 292.
(3) Disponível em http://aumpram.org.br/apometria.html . Acesso em 15-03-08.
(4) Kardec, Allan, O Evangelho segundo o Espiritismo, Rio de Janeiro: Ed. FEB , 1998, Cap. 28, item 84.
(5) Disponível em www.geocities.com/Vienna/Strasse/5774/atend.htm . Acesso em 18-03-08.
(8) Entrevista, de Divaldo Pereira Franco no programa Presença Espírita da Rádio Boa Nova, de Guarulhos (SP), em Agosto/2001.
(9) Disponível em http://harmonizacaoambiental.blogspot.com/2008/06/apometria.html. Acesso em 15-03-08.
(10) Entrevista, de Divaldo Pereira Franco no programa Presença Espírita da Rádio Boa Nova, de Guarulhos (SP), em Agosto/2001.
(12) Kardec utilizou na Codificação do Espiritismo o "Controle universal do ensino dos Espíritos", conforme se lê em "O Evangelho segundo o Espiritismo", Introdução, item II - AUTORIDADE DA DOUTRINA ESPÍRITA".
(13) Idem.
(14) Entrevista, de Divaldo Pereira Franco no programa Presença Espírita da Rádio Boa Nova, de Guarulhos (SP), em Agosto/2001.
(15) Idem.
(16) Idem.

quarta-feira, 23 de junho de 2010

O Movimento Espírita em Garanhuns

Há 26 anos eu me iniciava na Doutrina Espírita. mais precisamente, no dia 11/09/1984 (nossa! Logo 11 de setembro?). Eu chegava pela primeira vez ao Centro Espírita Deus, Amor e Caridade - CEDAC, e lá fiquei até o ano de 2006 quando, junto com outros companheiros, fundei o Centro de Estudos Espíritas Maria de Nazaré – CEEMAN.

terça-feira, 22 de junho de 2010

SOS PERNAMBUCO

Veja de que forma podemos colaborar com doações, através da Campanha iniciada pela Federçaão Espírita Pernambucana. Nós recemos um email da Sra., Ednar Santos, presidente da FEP, que publicamos na íntegra, abaixo, lembrando que, em Garanhuns, as doações são na Rádio Jornal.



Prezados Amigos,

Nós espíritas estamos sendo convidados a colaborar com as ações em favor de nossos irmãos vítimas das enchentes que acometeram nosso Estado, notadamente nos municípios da Mata Sul, onde cidades como Palmares, Água Preta, Cortês, Escada e outras, foram praticamente destruídas pelas águas. Segundo o Governo do Estado, no total são 13 municípios mais atingidos.

A Federação Espírita Pernambucana está engajada no Comitê Ecumênico formado por entidades religiosas e civis que apóiam o governo estadual interagindo com a sociedade no intuito de arrecadar donativos para nossos conterrâneos.

Enviem e-mails para suas suas listas de distribuição para que formemos uma rede de relacionamento poderosa no intuito de que uma imensa corrente do Bem seja formada e ajude nossos irmãos a retomarem suas vidas com a dignidade merecida.

Se possível, entrem em contato com pessoas de seus relacionamentos que possam viabilizar recursos tais como grandes quantidades de alimentos, roupas e principalmente carros-pipa para que a água potável chegue até eles. Podemos fazer campanhas em nossos condomínios, escola, empresas, dentre outros locais.

Participei de duas reuniões representando a FEP onde definimos que os donativos devem ser prioritáriamente os seguintes:

Ingredientes para confecção de sopa: cenoura; chuchu; pimentão; inhame; beterraba; alho; cebola; couve-flor; jerimum; cebolinha; coentro; tomate; batata doce; macarrão ou arroz; colorau; vinagre; óleo e sal.


Velas (estão sem energia desde a enchente), roupas (incluindo lençóis), descartáveis, remédios (antitérmicos; antialérgicos), papel higiênico, alimentos prontos, de preferência (biscoitos, bolachas, leite longa vida, iogurtes) e água potável.

Em Palmares, os centros espíritas Obreiros da Caridade e o Violeta Griz estão ajudando nossos irmãos, com a distribuição de donativos e neles serão instalados fogões industriais para preparação de alimentos.

Em Recife os pontos de coleta são:

Federação Espírita Pernambucana - Av. João de Barros - Espinheiro;
Quartel da Polícia Militar na praça do Derby;
Quartel dos Bombeiros, próximo a Celpe;
OAB - PE - Rua do Imperador;
Todos os blocos da Faculdade Maurício de Nassau e
Ação da Cidadania - Parque de Exposições do Cordeiro.

Divulguem o máximo possível o que agradecemos antecipadamente.

Abraços Fraternos e votos de Muita Paz.

Ednar Santos

domingo, 13 de junho de 2010

Enquete sobre Chico Xavier

O que você acha das homenagens a Chico Xavier?
sites/questões
concordo
não concordo
não tenho opinião formada
totais
www.claudioluciano.blogspot.com
19
2
0
21
Garanhuns Espírita
119
5
3
127
Maria de Nazaré - CEEMAN
11
1
1
13
TOTAIS
149
8
4
161

DVD do filme Chico Xavier

Pois é, chegou o mês de junho e nada do filme Chico Xavier chegar a Garanhuns. O cinema até enviou nota e eu também publiquei aqui no blog (a nota foi publicada, inicialmente, no blog de Roberto Almeida).

O curioso é que, antes da tal nota, sempre que alguém ligava para o cinema perguntando sobre o filme, recebia uma informações totalmente diferente, inclusive que o filme estrearia aqui no fim do mês de abril.

Bom, agora, no site da Federação Espírita Brasileira - FEB está sendo divulgado o lançamento do DVD para o dia 28/07/2010. Pirata, com péssima qualidade de áudio e video, já tem aos montes aqui em Garanhuns.

Nos resta, então, esperar o DVD ser lançado, porque não tem graça nenhuma pagar 12,00 (se não sabia, o cinema passou de dez para doze reais), quando podemos comprar o DVD e assistir a hora que quisermos e ainda com extra que devem vir incluídos.

Nem espero assistir Nosso Lar aqui em Garanhuns. Só em DVD!

INTECEPE AGRESTE MERIDIONAL 2010

Recebemos a informação, através de Valdete, presidente do Centro Espírita Chico Xavier, que o INCETEPE - Região Agreste Meridional, organizado pela FEP - Federação Espírita Pernambucana, será realizado nos dias 10 e 11 de julho do corrente, na Seara Espírita Allan Kardec, localizada na Rua Joaquim Távora - Heliopolis.

A mudança da data é por conta da realização do Festival de Inverno de Garanhuns, pois a data anterior seria no mesmo período do Festival.

domingo, 6 de junho de 2010

Entrevista com Divaldo Pereira Franco

Entrevista com Divaldo Pereira Franco para a Rede Amigo Espírita realizada na cidade de Jales/SP, logo após sua palestra



1. O difícil momento vivido pela humanidade está a solicitar uma postura coerente com o que já conhecemos do Evangelho de Jesus. Por que sentimos tanta dificuldade na vivência prática do amor?,

A criatura humana imantada aos vícios ancestrais considera um desafio qualquer tipo de mudança, especialmente as mudanças radicais e profundas do caráter. Por esta razão Jesus Cristo asseverou que é necessário morrer o homem velho, para nascer o homem novo. Esse renascimento é de natureza moral, espiritual.

Allan Kardec por sua vez, considerou que o verdadeiro espirita é aquele que empreenda a tarefa de ser hoje o melhor do que ontem, amanhã melhor do que hoje, lutando sempre contra as más inclinações.

Então natural, que de começo tudo isto constitua um desafio. E que este desafio nos iremos transformar em um hábito, até que o hábito se transforme em um costume que incorporaremos em nossa vida.

2. Há muita carência e angústia no mundo, apesar de todos os motivos de vivermos com alegria e otimismo. Por que o ser humano tende tanto para o lado negativo e difícil das situações?

O nosso processo antroposocio psicológico vem sendo um instinto para a razão.. somente a 10 mil anos é que adquirimos a consciência do si da nossa realidade. É natural que ajamos mais pelo instinto do que ajamos pela razão. É inevitável que essa tendência que esta arraigada na nossa consciência expresse-se pelo medo, a violência, com sentimentos generativos que nós iremos substituindo a pouco a pouco pelo sentimento da amizade, da fraternidade e do amor

3. Divaldo em relação a gripe suína, finais dos tempos, os efeitos da mulher fora do lar, que tipo de espíritos estarão reencarnando neste período de transição e quando se dará o início ao Mundo de Regeneração?

O mundo de Regeneração já começou, ocorre que não será de um momento para o outro. É uma transição muito longa. As criaturas normalmente acostumam-se a visão apocalíptica, a tragédia, o pavor. Mas não será este mundo físico, será um mundo moral. As transformações lentas, e nós estamos acompanhando em todos os seguimentos da sociedade.

4. Felizmente vemos o movimento espírita trabalhando bastante em favor do equilíbrio e da serenidade humana. O que podemos acrescentar ao nosso movimento espírita para torná-lo ainda mais eficiente na divulgação e vivência espírita?

Fidelidade a Jesus e a Allan Kardec. É uma época de modismos, de novidades sedutoras, em que mesmo os convidados podem ser atraídos para os desvios. Allan Kardec nos advertiu muito a respeito dos falsos profetas, inclusive os da erraticidade. Que nós sejamos fieis aos postulados doutrinários, que estaremos contribuindo para a fidelidade maior da divulgação, pelos exemplos, porque a humanidade esta cansada de palavras.

5. Como lidar serenamente com as críticas muitas vezes injustas que nos fazem?? Como seguir trabalhando com Jesus sem sentir-se envolvido pelas trevas?

De maneira muito fácil. Quando nós recebemos uma luz, somos o primeiro a ficar modificados, mas quando acendemos uma luz íntima então nós nos geramos uma sombra. Enquanto que a luz de fora produz sombra interior. A critica deve ser levada como um instrumento para avaliarmos o nosso trabalho. Há muitas criticas justas, que nos ajudam a reconhecer o nosso erro, a melhorar de conduta iria ser muito louvável, mas se a critica é injusta, não devemos dar valor, porque desta forma ela tomaria um caráter de realidade. Então antigamente a psicologia dizia: existe um observador e o observado. Agora a física diz: só há o observador. O observador que é observado pela observação do observo. Então quando alguém for injusto para comigo, eu confesso que não me incomodo, porque é inevitável, todos nós temos inimigos, o importante é não ser inimigo de ninguém.

6. Divaldo, com o crescimento do mercado editorial houve uma proliferação de obras que se dizem espíritas, no entanto, trazem em seu seio equívocos doutrinários. Como separar o joio do trigo, ou seja, de que forma estabelecer um critério eficaz para que o leitor tenha uma fonte segura do conhecimento espírita? E como a espiritualidade maior tem visto os livros que estão sendo editados dando destaque às trevas?

Os bons espíritos louvam tudo que é positivo e nobre. Nós deveremos não considerar como negativos, porque o fato de estarem divulgando o bem já é positivo. Mas a pessoa que começa o estudo da Doutrina pela codificação possui os instrumentos hábeis para distinguir a impostura da verdade, a mistificação e o que é legitimo. Não nos preocupemos, porque todo modismo cai e toda Doutrina que apavora tem um curso muito rápido. A nossa mensagem é de esperança, de paz e de iluminação. Esta previsto que naturalmente os aventureiros se encarregariam de criar embaraços, porque não tendo compromisso com a verdade, naturalmente que a pessoa que tem interesse em criar condições para as suas vantagens materiais e nisto peca pela sua própria paz.

Agradecemos a generosidade das perguntas e formulamos votos de muita paz para os nossos queridos telespectadores.

Vale a pena amar. Seja você quem ama, porquanto amando você estará em paz e estando em paz o mundo é melhor. Muita paz!!

Fonte:

A luta de uma mulher pela dignidade humana

Como uma humilde camponesa, contra todas as possibilidades, liderou uma revolução silenciosa que mudou a face de uma pobre região do seu país

ALTAMIRANDO CARNEIRO
São Paulo, SP (Brasil)


A revista Seleções Reader`s Digest, de maio de 2008, publicou reportagem de Robert Kiener com o título “Uma mulher pode fazer a diferença”, sobre Mukhtar Mai (foto), da pequena aldeia rural de Mirvala, ao sul da província paquistanesa de Punjab. 

Depois de ter sido estuprada, o caminho que ela teria de seguir, segundo os costumes locais, seria cometer o suicídio. Mas ela decidiu viver, para lutar por justiça e ajudar outras mulheres a terem uma vida mais digna. Apoiada pelos pais e fortalecida espiritualmente pelas lições do Alcorão, ela dizia: “Sou só a primeira gota d`água, mas a chuva virá. E muitas gotas de chuva acabam formando um grande rio”. 

Ninguém da sua família (pai, mãe e quatro irmãos) sabia ler nem frequentara a escola. Eram, porém, muçulmanos devotos, que rezavam cinco vezes ao dia. Mukhtar tinha uma mente privilegiada e conseguia memorizar trechos do Alcorão. Tranquila, mansa no falar, essa mulher altiva de 1,70 m de altura pensava, mantendo os profundos olhos negros voltados para baixo: “O Alcorão me protegerá”. 

A família de Mukhtar Mai é da casta mais baixa dos gujar e vivia, até então, de escassos recursos dos campos de cana-de-açúcar e trigo. A casa era de barro e tinham eles somente poucas cabras e bois, uma vaca e um pedaço de terra. Não dispunham de luz elétrica, telefone, nem água corrente. Mukhtar casou-se aos 18 anos e não teve filhos. Um casamento arranjado. Ela não foi feliz. O divórcio era raro no Paquistão rural – a mulher era malvista, mas os pais a apoiaram e, em menos de um ano, Mukhtar recebeu do marido o talaq (na lei islâmica, o repúdio do homem à mulher), que a libertou oficialmente do casamento e lhe permitiu voltar para a casa da família em Mirvala. 

A agressão ocorreu na noite de 22 de junho de 2002, quando Mukhtar Mai tinha 28 anos. Em 31 de agosto de 2002, cinco dos seis mastoi (casta superior) condenados (quatro por estupro) foram absolvidos e libertados. O sexto teve a pena de morte comutada para prisão perpétua.


“O que realmente preciso é de uma escola”, disse Mukhtar ao receber dinheiro do governo


Os ativistas dos direitos humanos protestaram contra o veredicto. Houve também um protesto internacional e o governo paquistanês ordenou que os mastoi voltassem à prisão. Continuaram, então, presos, à espera de novo julgamento. 

Ghulam, pai de Mukhtar Mai, lhe ensinou a respeitar os mais velhos e a proibia de mentir. “Temos muito pouco, mas possuímos nossa honestidade”, dizia à filha, o que fez com que ela desenvolvesse um forte senso sobre o que é certo ou errado.

Quando, por ordem do governo, a ministra federal para as mulheres, Attiva Inayatullah, deu-lhe um cheque de meio milhão de rúpias (cerca de 8.200 dólares – mais do que seu pai ganharia em décadas), Mukhtar, que jamais havia visto um cheque, disse: “Não preciso de dinheiro. O que realmente preciso é de uma escola”. Ela teve essa ideia ao perceber que a maioria de pessoas que se solidarizaram com ela eram educadas. O pagamento, disse então a ministra, não era uma compensação, mas um pequeno símbolo de “nossa identificação” pelo sofrimento pelo qual Mukhtar passou. Então, ela concordou em receber o cheque, desde que pudesse usar o dinheiro para a construção de uma escola para meninas.

Determinada, comprou um terreno perto de casa e contratou trabalhadores para a construção de uma escola primária. Ela também ajudou, fazendo tijolos de barro e transportando-os para o local da obra. A Escola-Modelo para Meninas Mukhtar Mai tomou forma e abriu as portas em dezembro de 2002. O governo pavimentou a estrada e trouxe luz e telefone para Mirvala.

Acompanhada de guarda-costas da polícia, ela foi de casa em casa pedir aos pais que enviassem as filhas para a nova escola. A tarefa não foi fácil, pois ouvia sempre a alegação: “Meninas não precisam aprender a ler” ou “Só os meninos precisam ser educados”. Mukhtar se comprometeu, então, a mandar uma van para buscar cada menina.


Em pouco tempo mais de 700 crianças de todas as castas eram ali atendidas


A escola não tinha luxo. Em vez de cadeiras, as meninas se sentavam sobre sacos de aniagem. Mukhtar se sentava ao lado delas, para também aprender a ler e escrever. Buscou recursos, vendeu seus brincos e uma vaca e, quando a imprensa divulgou a história, chegaram-lhe muitas doações. Ela, então, contratou carpinteiros para fazer assentos e carteiras de madeira para as alunas. Foram instalados ventiladores no teto, tornando, assim, agradável o ambiente sufocante das aulas. Com saldo suficiente, ela abriu uma escola para meninos em Mirvala e outra para meninas numa aldeia próxima. E mais de 700 crianças de todas as castas (inclusive da casta mastoi) se misturavam livremente nas escolas. 

A ação benemérita de Mukhtar Mai não parou por aí. Mulheres, algumas estupradas, outras mutiladas, outras espancadas, outras com cicatrizes horríveis no rosto – vítimas de ataques de ácido – ou sem nariz ou orelhas, punição para as supostas adúlteras, procuravam Mukhtar. Foi então criado, ao lado da primeira escola, o Centro Mukhtar Mai de Assistência de Crise da Mulher, para o qual chegam, em média, diariamente, cinco vítimas em busca de auxílio. E ninguém deixa de ser atendida. 

“Mukhtar – diz a reportagem – fala baixo e raramente olha no rosto de estranhos. Embora tenha viajado muito e obtido reconhecimento internacional, é muito tímida, e prefere que outros falem por ela. Suas maneiras gentis impõem respeito.” Sempre que ela entra no pátio do colégio, os alunos vêm e educadamente tocam no xale e apertam-lhe a mão. “Quando estou com meus alunos, sinto-me em paz”, diz ela. 

Mukhtar sorri quando vê Sidra Nazaru, uma das alunas mais inteligentes da escola. A menina de 10 anos e olhos claros diz que quer ser médica. Um ano antes, os pais de Sidra ameaçaram tirá-la do colégio porque haviam prometido casá-la com um homem de 30 anos. Mukhtar enfrentou a família, que desistiu da ideia. Sidra continuou na escola, livre para perseguir seu sonho.

Homens e mulheres, ensina o Espiritismo, devem gozar de direitos iguais

Com as escolas e o Centro de Assistência, Mukhtar salvou e continua a salvar mulheres paquistanesas da repressão da justiça tradicional, o mesmo sistema obsoleto que a tornou vítima de um estupro coletivo. Agora, as mulheres recorrem a ela, em vez de se submeter ao panchayat local. Como diz o ativista paquistanês de direitos humanos Hashid Rehman: “Contra todas as possibilidades, essa humilde camponesa liderou uma revolução silenciosa".

A ignorância e o desconhecimento dos ensinamentos de Jesus, em que pese já terem decorrido mais de 2 mil anos da sua passagem luminosa pela Terra, ocasionam fatos como esse, em que se discrimina o ser humano pelo simples fato de ter nascido mulher!

A resposta das Entidades Venerandas às questões 817 a 822 de O Livro dos Espíritos esclarece que Deus deu ao homem e à mulher a inteligência do bem e do mal e a faculdade de progredir. A inferioridade moral da mulher em certas regiões vem tão-somente do domínio injusto e cruel que o homem exerceu sobre ela.

A mulher é fisicamente mais fraca do que o homem, para lhe assinalar funções particulares. Mas ambos têm que se ajudar mutuamente nas suas provas. 

Para que uma legislação seja perfeitamente justa – ensina o Espiritismo –, deve consagrar igualdade de direitos entre o homem e a mulher. Todo privilégio concedido a um e a outro é contrário à justiça. A emancipação da mulher segue o processo da civilização, ao passo que a sua escravização marcha com a barbárie. Os sexos só existem na organização física, pois os Espíritos podem tomar um ou outro, não havendo diferenças entre eles a esse respeito. Em face disso, devem gozar, evidentemente, dos mesmos direitos.

No capítulo do referido livro, publicado pela FEESP, há uma nota de rodapé do tradutor, J. Herculano Pires, que esclarece que marido e mulher não são senhor e escrava, mas companheiros que desempenham tarefa comum, com responsabilidades idênticas pela sua realização. 

Allan Kardec, ao tratar do assunto, asseverou que Deus apropria a organização de cada ser às funções que ele deve desempenhar. Se Deus deu menor força física à mulher, deu-lhe ao mesmo tempo maior sensibilidade, em relação à delicadeza das funções maternais e à debilidade dos seres confiados aos seus cuidados. As funções são diferentes, mas seus direitos devem ser iguais.

Fonte:
O Consolador - Revista Semanal de Divulgação Espírita - Ano 4 - N° 161 - 6 de Junho de 2010, http://www.oconsolador.com.br/ano4/161/especial.html, acesso em 06/06/2010 às 11:09h

Poderá gostar também de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...