sábado, 30 de julho de 2011

Palestras FEP – 1ª Quinzena de Agosto 2011

Palestras da primeira quinzena de Agosto/2011 promovidas pela Federação Espírita Pernambucana, com base nos Evangelhos de Jesus e nas Obras da Codificação Espírita organizadas por Allan Kardec.
Local: Auditório da FEP
———————————————————————-
Segunda, 01, das 16 às 17h
Expositor: Luiz Paiva – Grupo Espírita Francisco de Assis – GEFA Piedade
Tema: “Desenvolvimento da mediunidade”
O Livro dos Médiuns, por Allan Kardec.
———————————————————————-

Terça, 02, das 19h30 às 20h30
Expositor: Isoláquio Mustafa – Centro Espírita Amor e Caridade – Recife
Tema: “Escolha das Provas”
O Livro dos Espíritos, por Allan Kardec.
———————————————————————-

Quarta, 03, das 16 às 17h
Expositora: Sônia Rosso – Templo Espírita Apóstolos do Cristo
Tema “Os falsos profetas da Erraticidade”
O Evangelho Segundo o Espiritismo, por Allan Kardec.
———————————————————————–

Quarta, 03 das 19h30 às 20h30
Expositor: José Gomes Araújo – Fraternidade Espírita Gamaliel
Tema “Os falsos profetas da Erraticidade”
O Evangelho Segundo o Espiritismo, por Allan Kardec.
————————————————————————

Sexta, 05, das 19h30 às 20h30
Expositora: Sueli Calazans – Cenáculo Espírita Casa de Maria – CECAM
Tema: “Curas. Perda de sangue. A mulher hemorroíssa”
A Gênese, por Allan Kardec.
———————————————————————-

Sábado, 06, das 09 às 10h
Expositora: Ednar Santos – FEP
Tema: “Sr. Cardon, o médico”
O Céu e o Inferno, por Allan Kardec.
———————————————————————-

Domingo, 07, das 16 às 17h
Expositor: Valci Silva – União das Sociedades Espíritas de São Paulo – USE
Tema: “Em defesa da Vida – O papel da Família na prevenção à Drogadição”
Campanha Em Defesa da Vida.
———————————————————————-

Segunda, 08, das 16 às 17h
Expositor: José Feijó – FEP
Tema: “Perda e suspensão da Mediunidade”
O Livro dos Médiuns, por Allan Kardec.
———————————————————————

Terça, 09, das 19h30 às 20h30
Expositora: Cristina Pires – FEP
Tema: “Escolha das Provas”
O Livro dos Espíritos, por Allan Kardec.
———————————————————————

Quarta, 10, das 16 às 17h
Expositora: Mercês Almeida – Centro Espírita Amor e Caridade – Carpina
Tema “Jeremias e os falsos profetas”
O Evangelho Segundo o Espiritismo, por Allan Kardec.
———————————————————————-

Quarta, 10, das 19h30 às 20h30
Expositor: Bruno Danda – Limoeiro
Tema “Jeremias e os falsos profetas”
O Evangelho Segundo o Espiritismo, por Allan Kardec.
———————————————————————–

Sexta, 12, das 19h30 às 20h30
Expositor: Severino Barbosa – Centro Espírita Bezerra de Menezes – Limoeiro
Tema: “Dupla Vista – vocação de Pedro, André, Tiago, João e Mateus”
A Gênese, por Allan Kardec.
———————————————————————-

Sábado, 13, das 09 às 10h
Expositor: Otávio Pereira – FEP
Tema: “Eric Stanislas – comunicação espontânea”
O Céu e o Inferno, por Allan Kardec.
———————————————————————-

Domingo, 14, das 16 às 17h
Expositora: Juselma Maria Coelho – Fundação Maria Nunes – Minas Gerais
Tema: “Evangelho no Lar como apoio às Famílias na Terra”
Campanha Melhor Viver em Família.
———————————————————————-

Segunda, 15, das 16 às 17h
Expositora: Karina Mulatinho – Centro Espírita Caminhando para Jesus
Tema: “Influência do exercício da Mediunidade sobre a saúde”
O Livro dos Médiuns, por Allan Kardec.
———————————————————————-

Portal Garanhuns Espírita temporariamente fora do ar

Informamos que, por exceder o limite da banda de transferência mensal, o Portal Garanhuns  Espírita está temporariamente fora do ar.

Tivemos um volume de acesso muito grande neste mês de julho, com picos de mais de 14.000 hits/dia.

Vamos procurar uma solução prática para tal problema, que ocorre pela segunda vez este ano.

Agradeço a compreensão de todos.

sábado, 23 de julho de 2011

I ENCONTRO ANUAL CAIRBAR SCHUTEL





17 e 18 de setembro de 2011 - sábado e domingo

 
Local: Na EE Prof. Henrique Morato - Rua Cesário Motta, 468, em Matão-SP.
Sábado = início às 14 horas

Domingo = encerramento às 13 horas

VAGAS LIMITADAS E INSCRIÇÕES EXCLUSIVAMENTE POR INTERNET a R$ 20,00 (boleto será gerado pelo sistema)
Acesse  www.usematao.com.br  e INSCREVA-SE!! 

Participantes:


Participação de Sérgio Sanches (Araraquara-SP), Reginaldo Córdoa e Orson Peter Carrara (Matão-SP),  e Alan Vilches (São Paulo-SP), Denise Lino (Campina Grande-PB), Carlos Augusto Abranches (São José dos Campos-SP) e Ditinha Calixto (José Bonifácio-SP). 

     
Na noite de sábado, peça teatral com o GRUPO TEATRAL ARTE E LUZ, de Catanduva-SP, com a peça "Joana e os Pássaros" - uma visão poética sobre Joana D'Arc, que tem patrocínio da Boa Nova Editora e traz na trilha sonora, canções interpretadas por Amanda Neves.  A peça fala sobre Joana D'Arc e seu sonho de Liberdade. Os pássaros representam o povo francês. É uma visão poétia e sensível sobre o poder confrontado pelo desejo de ser livre.

Participem conosco.

Observação:     

a) A taxa de inscrição inclui lanche reforçado na tarde/noite de sábado

b) almoços de sábado e domingo não estão incluídos. Escolha dos restaurantes serão de livre iniciativa dos inscritos

c) Hospedagens em Matão ficarão por iniciativa dos participantes.

 
PROMOÇÃO:

sexta-feira, 22 de julho de 2011

Mostra Espírita 2011 – A Mediunidade em foco

A Federação Espírita Pernambucana dá ampla divulgação da Mostra Espírita 2011 que este ano homenageia os 150 anos de edição de O Livro dos Médiuns, feita em Paris, por Allan Kardec, em 15 de janeiro de 1861. O Tema de 2011 – Mediunidade Ponte de intercâmbio com os Imortais será comentados por palestrantes do Distrito Federal, Minas Gerais e Pernambuco.
Os ingressos já estão à venda na livraria da FEP. Os ingressos comprados antecipadamente têm preço reduzido e quem desejar ajudar na venda dos ingressos, ganhará bonificação. Mais informações, pelos fones (81) 3241-2157, nos horários de atendimento da livraria que são de segunda à sexta e domingos, a partir das 13h e aos sábados, a partir das 08h. Mais informações, vide cartaz e programação anexos.

sábado, 16 de julho de 2011

Será que o Chico disse?

Desencarnado em 2002, nosso querido médium Chico Xavier, exemplo de amor e caridade, tem sido utilizado pelas pessoas para justificar as mais intrigantes revelações, que estão a abarrotar nossa caixa de mensagens na internet, assim como fazendo estardalhaço na mídia impressa e on-line, revelações essas que teriam sido feitas pelo Chico, sobre os mais diversos assuntos, em momentos íntimos de convivência com este e aquele, ou seja, não existem testemunhas, mas é um tal de se dizer que, em determinado dia, estando com o Chico Xavier, este teria dito que… e lá se vão revelações e mais revelações. Até livros têm sido publicados com as tais confidências reveladoras de Chico Xavier.

É muito triste verificar o que estão fazendo com o notável médium mineiro, que sempre pautou sua vida pelo estudo sério do Espiritismo; pela defesa dos princípios básicos da doutrina, conforme estabelecidos por Allan Kardec; pela humildade em todos os sentidos; tendo sempre postura correta no trato com as questões do intercâmbio mediúnico. Basta estudar sua vida, suas falas, suas aparições públicas, que são fartas, para reconhecer que ele não se prestava a fazer revelações bombásticas sobre o futuro e outros assuntos, sempre tomando cuidado com as informações de caráter espiritual.

Esse cuidado que Chico Xavier tinha é o que está faltando a muitos médiuns e confrades espíritas, que parecem ávidos por novidades e um lugar ao sol, não utilizando os critérios da lógica, do bom senso, da razão e da universalidade do ensino dos Espíritos para peneirar informações, fazendo, assim, com que verdadeiras aberrações doutrinárias sejam colocadas na boca do Chico.

É muito fácil colocar na boca de alguém, que não se encontra mais entre nós, palavras, frases, pensamentos, e sem que haja uma única testemunha do fato. O que podemos pensar disso? Que muitas pessoas, até mesmo de boa-fé, pois não podemos conceber que haja por parte de um espírita a conotação de maldade, estão, na verdade, defendendo posição pessoal, ideias individuais, sem a devida coragem de sustentar posições e ideias por conta própria, arrimando-se em Chico Xavier para conseguir dar credibilidade ao que não se sustenta por si próprio, muito menos quando cotejado com a doutrina espírita.

Lembremos que Chico Xavier repetia insistentemente que seu orientador e benfeitor espiritual, Emmanuel, lhe havia recomendado ficar sempre com Kardec. Ora, se ele sempre seguiu essa recomendação, como é sabido de todos, como poderia ter feito revelações que contrariam os estudos basilares de Kardec, formadores do edifício doutrinário do Espiritismo?

E o que também impressiona é o aparecimento, nos últimos tempos, de amigos íntimos do medianeiro. Até quem foi só uma ou duas vezes a Uberaba tem alguma revelação a fazer sobre o que o médium lhe disse, em segredo, sobre isto e aquilo. É a banalização da mediunidade, verdadeiro festival degradante de pseudorrevelações, chafurdando Chico Xavier na lama das vaidades inconfessáveis de pessoas que nada têm de si e querem conspurcar a doutrina que lhes pede transformação moral.

Aos espíritas sérios compete combater esse mal, porta aberta para a obsessão e os desvios doutrinários, mostrando a incoerência do fato, e que Chico Xavier não se prestaria a esse papel ridículo de fazer revelações mediúnicas a torto e a direito, na calada da noite, para este ou aquele, em colóquios íntimos. Somente pessoas ingênuas podem dar crédito a isso.

E se fazem isso com Chico Xavier, o que não farão com Divaldo Pereira Franco, José Raul Teixeira e qualquer outro médium dotado de certa notoriedade e respeito, quando desencarnarem? Já podemos vislumbrar o quadro: “O Divaldo, um dia, lá na Mansão do Caminho, quando estávamos conversando, me revelou que...”, e assim teremos mais uma chuva torrencial de pseudorrevelações.

Bem, será que o Chico disse? Na dúvida, como nos alerta o Espírito Erasto, em “O Livro dos Médiuns”, é melhor rejeitar dez verdades, do que aceitar uma mentira, ou seja, é melhor ficar com os livros psicografados, com as entrevistas gravadas e os testemunhos idôneos, do que acreditar no que apenas uma pessoa está revelando em nome do nosso querido Chico Xavier.

MARCUS DE MARIO
marcusdemario@gmail.com
Rio de Janeiro, RJ (Brasil)

fonte:O CONSOLADOR - Revista Semanal de Diulgação Espírita - Crônicas e Artigos, Ano 5 - N° 218 - 17 de Julho de 2011, in http://www.oconsolador.com.br/ano5/218/marcus_mario.html, acesso em 16/07/2011 às 12:16h

domingo, 10 de julho de 2011

SÍNDROME DO PÂNICO, publicado no Portal Garanhuns Espírita

O que é pânico? Como o pânico é formado?Quais são os sintomas do pânico? Crise de pânico não é sintoma de pânico!Complicações. Tratamento.

O QUE É PÂNICO?

Conta a lenda que o deus mitológico Hermes teve um filho com Penélope. A criança ao nascer era tão feia que sua mãe saiu correndo! Essa criança recebeu o nome de Pã, e tinha o estranho hábito de aparecer subitamente para os viajantes, que em geral tinham uma reação de grande medo, de pânico.

Vem dessa lenda o nome da síndrome do pânico. Hoje em dia, essa síndrome é o nome médico para uma reação de grande medo, em geral com sintomas extremamente desagradáveis, que aparecem sem nenhuma razão aparente.

COMO O PÂNICO É FORMADO?

Para entender como é formada a síndrome do Pânico, tente imaginar que a sua cabeça é como uma casa que tem um alarme contra ladrões. Esse alarme é muito útil para situações de emergência. No entanto, para certas pessoas, esse alarme toca sem mais essa nem aquela, sem nenhum motivo aparente. Quando esse alarme toca, damos o nome de Crise de Pânico.

QUAIS SÃO OS SINTOMAS DO PÂNICO?

Bem, na verdade são sensações bastante fortes de medo, em geral acompanhados de pelo menos quatro dos seguintes sintomas:

falta de ar, palpitações, dor ou desconforto no peito, sensação de sufocamento ou afogamento, tontura ou vertigem, sensação de falta de realidade, formigamento, ondas de calor ou de frio, sudorese, sensação de desmaio, tremores ou sacudidelas, medo de morrer ou de enlouquecer ou de perder o controle.

CRISE DE PÂNICO NÃO É SÍNDROME DE PÂNICO!

É importante notar que esses quatro desses sintomas sugerem o diagnóstico de crise de pânico. Para que haja a síndrome do pânico, é necessário que esse medo e esses sintomas ocorram de forma inesperada, que sejam recorrentes, e que não sejam precipitados por alguma situação ou acontecimento.

COMPLICAÇÕES

Para piorar mais ainda a situação, é comum com as pessoas que tem pânico passarem a ter medo dos locais aonde a crise aconteceu. Desse modo, a pessoa tem uma crise dentro de um carro, e passa a não querer mais dirigir. Tem outra crise num lugar fechado, e passa a não querer mais entrar em shopping center ou em bancos. E assim por diante. Para tentar diminuir esse medo, acaba sempre procurando lugares em que a saída seja fácil, e também andar sempre acompanhada. Infelizmente essas medidas não são suficientes, e é necessário tratamento especializado.

TRATAMENTO

A boa notícia fica por conta dos tratamentos atuais. Existe medicamentos capazes de efetivamente interromperem essas crises.

   
São medicações que agem no cérebro, regularizando as áreas cerebrais aonde essas crises são desencadeadas. Não são, portanto, simples "calmantes", mas verdadeiros regularizadores do funcionamento cerebral.

   
O tratamento em geral deve ser seguido por uma terapia do tipo comportamental para acabar com outro problema de quem tem pânico. Trata-se do medo das crises de medo! Em geral quem tem pânico fica condicionado a achar que vai morrer quando a crise começa. Resultado: quando sente pequenos sintomas que lembram a crise, já são tomadas por esse medo, o que acaba resultando numa crise completa de pânico.


Esse tipo de terapia é bastante específico. Em outras palavras não é qualquer tipo de terapia que funciona com o pânico e algumas podem até mesmo piorar o quadro. Mas quando a terapia comportamental é aplicada corretamente, e em conjunto com a medicação adequada, consegue-se melhora acentuada ou ausência total dos sintomas em 80 % das pessoas, num prazo bastante rápido.

   
Uma medida fundamental no pânico é saber respirar: durante a crise a maioria das pessoas que sofre desse transtorno respira de modo superficial, o que acaba por mudar a química do sangue, que por sua vez é interpretado pelo cérebro como uma situação de emergência, gerando mais e mais crises de pânico.

   

Artigo gentilmente cedido para cópia pelo Dr. Cyro Masci


URL: http://www.regra.com.br/cyromasci/

Seminário Marcas da Drogadição no Peixotinho

O Peixotinho convida a todos para que participem do Seminário Marcas da Drogadição, no dia 07/08/2011, das 09 às 12h.

Preocupados com a tragédia que a drogadição vem disseminando na Sociedade e com a banalização no manejo de substâncias entorpecentes, a Fraternidade Francisco Peixoto Lins (Peixotinho) iniciará um ciclo de estudos sobre a temática, pois acredita que a educação é a melhor receita preventiva. Na ocasião serão tratados temas de relevância para o entendimento sobre questões sociais graves e alternativas de enfrentamento.

Tema: Consequências das substâncias entorpecentes no Ser Integral
Expositor: Lucio Maranhão
Tema: Causas do vício e a atitude preventiva
Expositora: Nane Mendonça
Local: Sede do Peixotinho – Rua Sansão Ribeiro, 59 – Boa Viagem – Recife – PE – Fone: (81)3342-3971

sexta-feira, 8 de julho de 2011

DROGAS - Um problema de múltiplas

Recebi a informação por email e faço a divulgação:

Caríssimos(a):

Esses eventos são oportunidades para colaborarmos para o enfrentamento à pandemia do consumo de drogas.
Os convidados são especialistas. Valci Silva, de Tupã-SP, é autor do livro "Drogas: Causas, Consequências e Recuperação"
Eventos gratuitos. Contribuição voluntária de 1 pacote de leite em pó.
Dê a sua parcela! Divulgue e participe e ajude a fortalecer essa corrente de amor em prol da vida, em sua dimensão integral.

Simpósios
DROGAS - Um problema de múltiplas faces
(Uma abordagem nos campos da Saúde, Justiça e Educação, sob a ótica Espírita)

Tópicos:
  Drogas: mais que um problema de Saúde Pública
Plano de Enfrentamento ao Crack e outras Drogas
Rede de Assistência
A Família, a Sociedade e as Drogas
Aspectos Psicossociais, Jurídicos e Educacionas
Consequências Espirituais do uso de Drogas

  • CAMPINA GRANDE
         06 de agosto de 2011
         8h30 às 17h30
         Auditório do Tribunal do Juri, Fórum Affonso Campos
  •  RECIFE
         07 de agosto de 2011
         8h30 às 17h00
         Auditório da Federação Espírita Pernambucana
Informações:
(81) 3444.1750; 8833.1750 - Tim; 8834.5300- Tim


--
Fraternalmente,
Equipe do
CENTRO ESPÍRITA LUZ DA VERDADE
CLUBE DO LIVRO ESPÍRITA LUZ DA VERDADE
Rua das Moças, 987, Arruda, Recife-PE   CEP: 52.120-320   clubedolivroespirita10@gmail.com
Tel. (contato): 81-3444.1750
Reuniões públicas: 4ª e 6ª às 20 horas, Sábados às 8 horas
Educação Espírita: Educação Espírita: Domingos às 9:30 (Infância)
Campanha do Quilo: 1° domingo/mês às 8 horas

Endereço para entregas/correspondências:
RUA JOSÉ AUSTREGÉSILO, 252, ARRUDA, RECIFE-PE   CEP: 52.120-600

quinta-feira, 7 de julho de 2011

ORIENTAÇÕES KARDEQUIANAS - II

ORIENTAÇÕES KARDEQUIANAS - II
Segue-se que a opinião de um Espírito sobre um princípio qualquer não é considerada pelos espíritas senão como uma opinião individual, que pode ser justa ou falsa, e não tem valor senão quando é sancionada pelo ensino da maioria, dado sobre os diversos pontos do globo. (grifei) [1]

Uma só garantia séria existe para o ensino dos Espíritos: a concordância que haja entre as revelações que eles façam espontaneamente, servindo-se de grande número de médiuns estranhos uns aos outros e em vários lugares. (grifei) [2]

Allan Kardec criou um sistema que, se não é perfeito, chega próximo da perfeição, para a análise dos ditados mediúnicos: o controle universal.
Esse sistema não deve ser esquecido, nem temido pelos médiuns, porque dá a segurança necessária para a aceitação de qualquer mensagem.
Temos visto obras ditas mediúnicas, assinadas por determinados Espíritos que vergonhosamente se contradizem. Ou seja, escreveram por outros médiuns uma coisa e, por determinado médium, escreve outra totalmente diferente.
É evidente que, aqui o Espírito vergonhoso é um grande mistificador e mentiroso.
Em alguns casos, existem obras sérias, enquanto que outras atribuídas aos mesmos Espíritos, não passam de arremedos.
O mais grave, nessa história toda, é que a tal obra mediúnica é publicada como se nada estivesse errado, como se o Espírito tivesse mudado de opinião.
Entre duas mensagens, em uma o Espírito tem sempre uma linguagem superior e equilibrada e, na outra, usa expressões grosseiras. Qual é a falsa e a verdadeira? Difícil identificar? Claro que não.
Mas existem também aquelas mensagens que sugerem a fascinação, onde o espirito autor é inteligente o suficiente para tentar enganar através de palavras bonitas e expressões inteligentes, onde aparenta até um cunho científico, com citações diversas. Como identificar, nesse caso?
Aí é que entra o tal controle de Kardec: a mensagem tem de estar coerente com os diversos ditados mediúnicos sobre o mesmo assunto e, também estar de acordo com os dados positivos da ciência.
Poderá um Espírito ensinar que o aborto deve ser praticado, quando todos os ensinos espíritas são em sentido contrário, admitindo o aborto apenas quando a vida da mãe corre risco? Não um Espírito sério.
Poderá um Espírito que, quando na Terra, seguia os preceitos Espíritas e, agora na vida espiritual, apresenta e propõe teses estranhas? De forma alguma!


[1] - KARDEC. Allan. Revista Espírita. 1865
[2] - idem. O Evangelho Segundo o Espiritismo. Introdução, nº 2 – Controle universal do ensino dos Espíritos. 112ª ed. FEB/Rio

terça-feira, 5 de julho de 2011

Intercâmbio de Centros Espíritas em Petrolina

A Federação Espírita Pernambucana (FEP) promoverá encontro com os centros espíritas do Sertão, com sede na Cidade de Petrolina.

O Intecepe – Integração dos Centros Espíritas de Pernambuco será realizado nos dias 16 e 17 de julho 2011, nas dependências da FACAPE – Faculdade de Ciências Aplicadas e Sociais de Petrolina, situada no Campus Universitário, s/n – Vila Eduardo – Petrolina – PE.

As atividades do Intecepe ocorrerão em torno das atividades realizadas nos centros espíritas, tendo, este ano, mais especificamente, as atividades em torno da atividade mediúnica, haja vista as comemorações dos 150 anos de publicação de O Livro dos Médiuns, feita por Allan Kardec, em Paris, no dia 15 de janeiro do ano de 1861.

A programação do Intecepe em Petrolina será composta dos seguintes eventos:

* Simpósio com Cristina Pires (FEP) sobre a Atividade Mediúnica no Centro Espírita (sábado à tarde)

* Palestra com Alison Guedes (GEFA de Piedade), aberta ao público espírita e não-espírita sobre a chegada da Mediunidade na Terra, revelada pelos Espíritos Superiores (sábado à noite)

* Reuniões temáticas sobre as atividades exercidas nos centros espíritas, em consonância com o Movimento Espírita Brasileiro, referentes à Promoção Social Espírita, Evangelização Infanto-Juvenil e de adultos, Prática e Qualidade Mediúnica, Atendimento Espiritual (Passe Espírita e Atendimento Fraterno) e Comunicação Social Espírita (Divulgação Doutrinária) (domingo pela manhã).

sábado, 2 de julho de 2011

Fundação da AJE Pernambuco – Associação Jurídico-Espírita

Agora, Pernambuco conta com mais um órgão espírita de apoio aos processos jurídicos que fazem parte da administração das muitas casas espíritas existentes no Estado.
Em 10 de julho de 2011, a partir das 09h será realizada Assembleia de inauguração da Associação Jurídico-Espírita de Pernambuco, no Auditório da Federação Espírita Pernambucana, situada à Avenida João de Barros, 1629, no bairro do Espinheiro, Recife – PE.
Toda a Sociedade Pernambucana, notadamente os Dirigentes de instituições espíritas, advogados espíritas, estudantes de direito e simpatizantes do trabalho realizado pelos profissionais do Direito estão convidados para participar do evento.

sexta-feira, 1 de julho de 2011

ORIENTAÇÕES KARDEQUIANAS - I

ORIENTAÇÕES KARDEQUIANAS - I

“(...) Uma coisa pode ser excelente em si mesma, muito boa para servir de instrução pessoal; mas o que deve ser entregue ao público exige condições especiais. Infelizmente o homem é inclinado a supor que tudo o que lhe agrada deve agradar aos outros. O mais hábil pode enganar-se; tudo está em enganar-se o menos possível”. (Allan Kardec, Revista Espírita, 1863, maio.) (grifei)

(...) “No mundo invisível como na Terra, não faltam escritores, mas os bons são raros”. (Allan Kardec, Revista Espírita, 1863, maio.) (grifei)

Já tive oportunidade de escrever e realizar palestras onde cito o exemplo da médium Yvonne A Pereira, que guardou os manuscritos do livro Memórias de Um Suicida por 20 anos, ate levá-lo à publicação.

Allan Kardec tinha um critério muito rigoroso na publicação de mensagens e orientações dos Espíritos, não importando os nomes pomposos ou não com que se apresentassem [1].

Volto a bater na mesma tecla: com o critério rigoroso de Allan Kardec, boa parte dos livros, ditos mediúnicos, seriam publicados? É lógico que não!

Qualquer livro que se intitule Espírita, seja mediúnico ou não, deve rigorosamente estar dentro dos princípios Espíritas e deles não se afastar em hipótese alguma, para não gerar confusão na cabeça das pessoas que começam a estudar a Doutrina Espírita e não introduzir informações equivocadas no corpo doutrinário e no movimento Espirita.

Existem diversos livros mediúnicos e todos nós temos o direito de lê-los, bem como o direito de aceitar seu conteúdo, por mais estranho que pareça, mas daí a querer introduzir dentro do corpo doutrinário vai uma distância enorme.

Afirma Kardec que, o que deve ser entregue ao público, exige condições especiais e isso significa que, qualquer conceito que se apresente suspeito, deve ser questionado aos autores ou excluído do texto, sem dó, nem piedade.

Devemos temer os Espíritos por tal atitude? É claro que não, porque os Espíritos verdadeiramente superiores não temem o exame daquilo que transmitem, nem se melindram com nossos questionamentos, pelo simples fato de ter uma dupla característica: é um dever e um direito de nossa parte.

Com relação aos “escritores” de má qualidade do além, eles temem qualquer tentativa de análise dos seus escritos e inspiram seus médiuns rejeitarem qualquer tipo de exame, classificando aqueles que os analisam de obsediados, invejosos e inimigos da Verdade e do Bem.

Com relação a tais Espíritos e médiuns, eis o ensinamento de Erasto:

É incontestável que, submetendo ao cadinho da razão e da lógica todos os dados e todas as comunicações dos Espíritos, fácil será descobrir-se o absurdo e o erro. Pode um médium ser fascinado, como pode um grupo ser mistificado. Mas, a verificação severa dos outros grupos, o conhecimento adquirido e a alta autoridade moral dos diretores de grupos, as comunicações dos principais médiuns, com um cunho de lógica e de autenticidade dos melhores Espíritos, farão justiça rapidamente a esses ditados mentirosos e astuciosos, emanados de uma turba de Espíritos enganadores e malignos. Erasto (discípulo de São Paulo).[2]



[2] - KARDEC, Allan. O Livro dos Médiuns. Cap. XXXI – Dissertações Espíritas, nº 27. 62ª ed. FEB/Rio

Poderá gostar também de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...