domingo, 8 de maio de 2011

Dias das mães

No segundo domingo de Maio, comemora-se o Dia das Mães. A idéia foi de Anna Jarvis que intencionava que os filhos desses uma lembrança singela às suas mães: um cravo branco. Na verdade, dia das mães é todo dia, que devemos lembrar da renúncia, dedicação, amor e carinho com que elas cuidaram e cuidam, seja neste plano, seja no outro, dos seus filhos mui amados. Afirmamos "no outro plano da vida" porque o amor materno "vence a morte".

No entanto, o que vemos nos dias de hoje, e há bastante tempo, no que se refere ao dia das mães? Busca-se, no desejo muito nobre de presentear nossas mães, o interesse exclusivamente comercial...Se há um sentimento que envergonha esta data é justamente o mercantilismo, que faz de um dia especial, um dia de grandes lucros para o comércio, "um dia comercial", deixando frustrados aqueles que não podem comprar o seu presente...

O Dia das Mães vai muito além de um simples presente, por mais caro que tenha sido! O presente um dia se quebra, acaba...o que deve ficar é justamente o sentimento do filho para com sua mãe, verdadeiro anjo a velar pelos filhos de Deus na face da Terra!

Antes que alguém diga: mas e a renda, e o lucro que todos auferem? lembramos que no dia dos pais é a mesma coisa, que o Natal é visto apenas como mais uma forma de vender e vender...

O que fazer então para presentear as mães que voltaram à Pátria Espiritual? Pelo menos aqui, não vale o presente comprado na loja(o ferro de engomar, o liquidificador, o fogão novo, etc... ).

No dia dedicado pela convenção social às mães, elevemos nosso pensamento em prece a Deus, para que abençoe nossas mães desencarnadas... levemos-lhes as flores do nosso mais puro amor e gratidão por estas heroínas anônimas de todo dia!

Mãe, mamãe, mainha, manhê, seu filho saudoso lhe diz: Feliz Dia das Mães! Que Deus lhe dê as estrelas do céu por presente para iluminar seus caminhos, a brisa para acarinhar sua face ja apresentando alguns sinais de cansaço da luta do cotidiano, que as flores dos jardins do mundo possam perfumar-lhe a alma nobre, cheia de encantos e beleza.

Você é tão importante, que o próprio Senhor do Mundo ressonou em seu colo e lhe chamou de "minha mãe!

Poderá gostar também de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...