terça-feira, 21 de junho de 2011

CHICO XAVIER CATASTROFISTA? IMPOSSÍVEL!!!

Simone M. de Almeida Prado


Desde que o querido médium Chico Xavier partiu desse mundo, curiosamente, inimaginável número de mensagens e obras escoradas no argumento "Chico disse" e "Chico disse para mim e para outros" vem crescendo de forma assustadora. Em que pese a idoneidade das pessoas que se valem de tais afirmações, atribuir a estas o valor de garantia ou prova inconteste, seria um grande senão imenso descuido, tanto com a imagem do médium quanto com a da Doutrina Espírita. Muitos depoimentos partem de pessoas que desfrutaram do convívio mais ou menos longo com o médium e abraçam opiniões semelhantes relacionadas à vidas passadas de Chico(quem foi Chico) e à reencarnação de Emmanuel, perdendo valioso tempo em alegações totalmente desprovidas de sentido, coerência e evidências. Logicamente que, se tivéssemos provas contundentes a respeito das questões referidas, provas como a afirmação do próprio Chico, gravada ou escrita enquanto ele estava fisicamente entre nós, aí sim deveríamos dar importância a tantas declarações, ou mesmo a essa última, concedida à Folha Espírita no mês de maio do corrente ano, que nos mostra mais uma estranha "revelação" que teria sido feita pelo saudoso médium.

Sobre a reencarnação de Emmanuel, a única informação concreta, indiscutível e inatacável que temos é a de Chico feita a Hebe Camargo(em entrevista que pode ser vista pelo youtube). Naquela ocasião, Chico realmente disse que Emmanuel reencarnaria, mas somente DEPOIS que ele(Chico) partisse desse mundo. Não fez referência a data, ano específico ou lugar de nascimento. Fora essa declaração, no nosso entendimento, nada mais temos como certo. A "moratória" que dizem ter sido concedida a Chico - e que ele mesmo nunca confirmou - é mais uma afirmação que carece de comprovação, dando a impressão de ter surgido para legitimar a reencarnação de Emmanuel numa criança no interior do estado de sp. Estando encarnado, o Benfeitor também não enviaria mensagens a outros médiuns. E sobre esse fato, abrindo um pequeno parêntese, há que se perguntar por qual razão o Benfeitor, que por tantos anos esteve ao lado do Chico, continuaria enviando mensagens enfatizando a autoridade do seu nome para conferir segurança e aceitação às comunicações. Espíritos elevados não se prendem a nomes, já que para eles transmitir o bem é o que definitivamente importa.


Outra informação sobre a suposta reencarnação de Emmanuel nos chega de outro testemunho que disse ter visto Chico " em transe" presenciando o nascimento do Benfeitor numa criança do interior de sp. É mais uma opinião isolada que vem corroborar outras, pertencentes a pessoas que partilham as mesmas ideias. E é mais uma declaração que se funda no mesmo argumento do "Chico disse" e que também não escapa de questionamento, pois o fato teria ocorrido, segundo foi dito, no ano 2000. Convenhamos, naquele ano( e muito antes dele) nosso mais querido e respeitado médium já estava muito doente e, em razão da idade avançada(ele também não mais psicografava), revelações importantes sobre Emmanuel, ou advindas dele, não seriam, por lógica, concedidas ao médium nas condições em que se encontrava.
Sobre essa nova “revelação” catastrófica, extemporânea, alarmista, estranha e fundamentada, como tantas outras, no "Chico me disse", as perguntas óbvias que inevitavelmente surgem são:

Por que Chico teria omitido essa informação, sendo que naqueles anos encontrava-se perfeitamente lúcido, atuante e trabalhando? Por que a revelaria apenas a uma pessoa, com requintes de exclusividade e preferência? Por que então essa pessoa resolveu guardá-la por tanto tempo, trazendo-a a público somente agora, quando faltam menos de 8 anos para refletirmos na suposta gravidade da situação, antes que a "moratória de 50 anos" expire? E analisando o teor da mensagem, percebemos que é muito rica em detalhes ( e aparentemente nenhum foi esquecido), o que nos causa certa desconfiança quanto ao seu conteúdo, pois mensagens muito detalhadas e de aparência tão terrena denotam o caráter um tanto místico e distante da razão, guia seguro que Kardec nos legou e que nos pede toda guarda, além da máxima reserva, diante de pretensas revelações. E para dar mais força a essa "revelação apocalíptica", a pessoa que a divulga acrescenta uma mensagem recebida, anos atrás, por ela mesma(!!!), assinada por um espírito de nome estranho.

Como podemos confiar que uma revelação tão importante se daria nessas condições? E, ainda que pudéssemos confiar, o que poderíamos fazer? Acaso nós, espíritas, brasileiros, teríamos como evitar uma terceira guerra mundial? Deveríamos sair gritando mundo afora para que se faça com urgência uma tranformação moral na humanidade porque, segundo uma revelação sem pé nem cabeça, trazida a lume por uma única pessoa, "essa é a nossa última chance, a nossa última hora" ? É isso que devemos fazer?Afinal: qual o sentido, a finalidade de se fazer uma "revelação" infundada e temerosa como essa a todos nós?

Para concluir, nas obras que lemos de Emmanuel, bem como de outros espíritos que escreveram por intermédio de Chico, podemos extrair que toda transformação do planeta e da humanidade seria lenta e gradual. Todavia, ao lermos a "revelação" publicada no jornal Folha Espírita, percebemos vários pontos em desacordo com a Doutrina, indicando fatos e datas, inclusive relacionados a uma reunião de Jesus nas Altas Esferas, em determinada circunstância e em data específica. Vale lembrar que, sobre essa reunião, o próprio Emmanuel declarou, em A Caminho da Luz(pag 254), que ninguém poderia saber o exato momento em que se daria e muito menos o seu desfecho: "Que resultará desse conclave dos Anjos do Infinito? Deus o sabe"



Portanto, não seria coerente nem correto com a Doutrina que abraçamos, concluir pelos rumos do planeta e da humanidade em termos de fatos e datas, tampouco com base nessas últimas "revelações" que vez ou outra aparecem. Embora tenhamos a convicção de que nós, como o nosso planeta, estamos sujeitos à Lei de Evolução que nos impele ao progresso e transformará o planeta em Mundo de Regeneração, temos também a plena certeza de que toda e qualquer transformação será muito bem analisada por Aquele que mais nos ama e que é Infinitamente Misericordioso e Bom. E sendo Jesus nosso Mestre e Governador, Ele certamente sabe e saberá sempre o que esperar de todos nós.

Poderá gostar também de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...