sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

D. REJANE RETORNA À PÁTRIA ESPIRITUAL

Carmem Rejane, a D. Rejane, voltou à pátria espiritual hoje.

Seu invólucro físico, instrumento de sua missão neste mundo, já gasto pelo devido labor, foi velado e sepultado ainda hoje mesmo.

Eu a chamava de "REJANE JÚNIO", e nem me perguntem porque esse nome, errado assim mesmo, porque, como ela sempre foi e É brincalhona, tirava onda comigo e eu, pra não ficar atrás, achei de chamá-la assim!

Aqui vem na memória alguns momentos ótimos que passei na sua casa, junto com seus familiares e meus amigos, desde a juventude.

Às vezes tínhamos crises de risos até no jantar!

Sempre foi trabalhadora do Centro Espírita Deus, Amor e Caridade, ate onde a saúde o permitiu.

Conheceu e brincou com todos os meus filhos: Thiago, Larissa e Karoline.

Especialmente, quando Larissa nasceu, ela veio nos visitar e fez a maior festa com Larissinha recém nascida, dentro do quarto.

Na verdade, Rejane Júnio me conhece desde a barriga da minha mãe, eis que foram amigas.Me viu nascer, crescer e tornar-me Espírita, tal qual ela o É!

Quando ia para o Centro Espírita Deus, Amor e Caridade, saia primeiro do que todos, porque ia no seu passinho bem devagar.

Quando eu estava ainda terminando o ensino médio, antigo 2º grau, ele me disse: "Você não vai pra casa, quando sair do trabalho. Vem jantar aqui em casa mesmo." E a janta, às vezes, virava uma bagunça (culpa de Franklin, tá!).

Mas, não foi só janta não! Era a convivência constante, as brincadeiras e conversas engraçadas.

E, um dia, me dou conta que Rejane Júnio jogava PS2! E entendia do metiê!

Quando falei do jogo GOW, ela me disse: "Esse aí, não me deixam jogar" (Ih, entreguei, Pethrus!).

Foram 75 anos bem vividos, bem cumpridos e, como postei no facebook: MISSÃO DADA! MISSÃO CUMPRIDA!

Certamente, sua chegada na Espiritualidade será cercada de amigos: D. Janilde, D. Noêmia, seus entes queridos e uma chuva de orações das Casas Espíritas de Garanhuns, dos amigos, dos vizinhos, enfim, de todos que a conheceram!

Fico pensando se ela encontrar meus pais e tios! Nossa! Haja a eternidade pra por a conversa em dia!

Éris, Ligiane, Franklin e Pethrus, esta é uma singela homenagem que presto à mãe Rejane!

Poderá gostar também de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...